Card image
Notícias
WEC cancela 6 Horas de São Paulo e revela corrida em Austin

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/12/2019
  • Atualizado: 03/12/2019 às 1:53
  • Por: Leonardo Marson

O Mundial de Endurance não voltará ao Brasil. Na manhã dessa segunda-feira (2), a organização do WEC emitiu um comunicado cancelando a realização das 6 Horas de São Paulo, evento que estava marcado para o dia 1º de fevereiro, no Autódromo de Interlagos. Para a realização da quinta etapa, a FIA e o ACO revelaram a realização das 6 Horas de Austin, que acontecerá no Circuito das Américas, nos Estados Unidos.

WEC
Toyota é a principal equipe do WEC, que não retornará ao País. (Foto: AdrenalMedia)

De acordo com nota emitida pelo campeonato, os promotores da corrida no Brasil não foram capazes de cumprir as obrigações contratuais. O comunicado ainda frisa que não houve problemas com a Prefeitura de São Paulo, proprietária do Autódromo de Interlagos, nem com a administração da praça esportiva localizada na zona sul paulistana.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

“Lamentavelmente, o promotor local brasileiro para as 6 Horas de São Paulo não conseguiu cumprir suas obrigações contratuais e a organização do WEC não encontrou outra alternativa senão encontrar um local de substituição. Além disso, o WEC deseja deixar claro que não teve problemas com a cidade de São Paulo ou com o Autódromo José Carlos Pace (Interlagos). É estritamente uma questão com o promotor local”, diz a nota.

“Portanto, o Campeonato Mundial de Endurande da FIA retornará ao Circuito das Américas em Austin, Texas, em fevereiro próximo. A corrida de seis horas será realizada no domingo, 23 de fevereiro de 2020”, segue a nota, que conta ainda com um agradecimento de Gerard Neveu, CEO do ACO, agradecendo a disponibilidade do Circuito das Américas em receber a corrida, e lamentando a saída de São Paulo.

“Em primeiro lugar, devemos agradecer ao Circuito das Américas por nos acomodarem em um prazo relativamente curto. É um local excelente, e nossos fãs agora têm a garantia de excelentes corridas na América do Norte. É claro que é muito lamentável nos encontrarmos nessa posição”, disse Neveu, que diz se sentir preocupado com os parceiros do campeonato.

“O WEC lamenta muito e se sente muito triste pela cidade de São Paulo e pelos milhares de fãs brasileiros de automobilismo. Nossa principal preocupação eram nossos parceiros, e trabalhamos duro para encontrar uma solução”, completa o dirigente máximo do Campeonato Mundial de Endurance.

Horas depois, a organização das 6 Horas de São Paulo confirmou a decisão, revelando ter investido oito dos 12 milhões de reais necessários para a realização da corrida. A nota ainda alega que o WEC não honrou os compromissos assumidos com a capital paulista, lamentando a decisão dos organizadores do principal campeonato de corridas de longa duração do mundo.

“É com grande pesar e surpresa que a promotora do evento 6 Horas de São Paulo informa que foi cancelada, por ato unilateral da organização do Campeonato Mundial de Endurance (WEC), a etapa do campeonato que seria realizada nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro de 2020 no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, em prejuízo dos amantes do automobilismo brasileiro e de todos os fãs do esporte da América Latina.”

“A despeito de todos os investimentos realizados até a presente data, que montam a mais de R$ 8 milhões do total de R$ 12 milhões que seriam investidos pelos promotores e patrocinadores do evento; de todos os esforços da Prefeitura de São Paulo, parceria de primeira hora para trazer de volta ao Brasil este importante campeonato do automobilismo internacional, promovendo as adequações e infraestrutura necessária, de acordo com os cadernos de encargos, seguindo as exigências da Federação Internacional de Automobilismo para que o Autódromo de Interlagos pudesse receber a prova; em prejuízo dos patrocinadores oficiais do evento, que de imediato não mediram esforços para se engajarem e fazerem do retorno das 6 Horas de São Paulo um marco para os amantes do esporte, a organização do WEC decidiu não honrar os compromissos assumidos com a cidade de São Paulo, com os amantes do esporte e com o público em geral.”

“Rumores e alegações que surgiram recentemente acerca da preocupação, por parte do WEC, com o momento econômico que o País atravessa, não se sustentam. Em verdade, e apesar de tudo aquilo que foi investido e realizado até a presente data, a organização do WEC não se satisfez com as garantias financeiras (emitidas por instituição financeira, como é praxe em eventos desta magnitude) disponibilizadas pelos promotores do evento, decidindo, unilateralmente, cancelar a prova.”

“Lamentamos muito a forma com que a direção do WEC conduziu suas obrigações em detrimento do Brasil, da cidade de São Paulo e dos amantes do automobilismo da América Latina.”