Card image
Super carros
SUV elétrico da Lotus tem autonomia de até 600 quilômetros

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/04/2022
  • Atualizado: 06/04/2022 às 12:49
  • Por: Leonardo Marson

Os SUVs chegaram há algum tempo no mercado automotivo e se tornaram uma verdadeira febre entre os motoristas de todo o mundo, o que faz com que marcas tradicionais passem a produzir este tipo de modelo. Com a tradicional Lotus ocorreu o mesmo, e a fabricante inglesa lançou no final de março o Eletre, que, como o nome sugere, é um elétrico.

Lotus Eletre
Eis o Lotus Eletre. (Foto: Lotus)

O modelo, que surgiu com investimento da chinesa Geely, era conhecido antigamente como Type 132, e conta com dois motores elétricos que, juntos, são capazes de produzir 600 cv de potência. A Lotus não informou dados de aceleração e velocidade máxima, mas é esperado um modelo que alcance os 100 km/h em menos de três segundos, e que atinja os 260 km/h.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

O Eletre deverá contar com uma autonomia de 600 quilômetros no ciclo WLTP, que só será possível graças a um pacote de baterias com uma capacidade parruda, de 100 kWh. A recarga destas baterias também é rápida usando um carregador de 350 kW. Desta forma, é possível ter bateria para mais 400 quilômetros de autonomia com apenas 20 minutos de recarga.

LEIA MAIS:

Aston Martin apresenta último Vantage com motor V12 em edição limitada
Porsche 911 GT3 Cup 992 será o novo carro da Porsche Cup
Fiat apresenta novo Pulse Abarth durante episódio do Big Brother Brasil
Mercedes apresenta novos Safety Car e carro médico da F1

O SUV da Lotus também conta com cinco modos de condução distintos: Range, Tour, Off-Road, Sport e Individual. Destes, destacam-se o Off-Road, como o nome sugere, serve para uma pilotagem em terrenos mais acidentados, enquanto o Sport deixa as respostas do Eletre mais rápidas.

O modelo, que tem um porte bastante similar ao do Porsche Cayenne, tem 5,10 metros de comprimento e 3,01 metros de entre eixos, e deverá chegar ao mercado em 2023, concorrendo com outros “Super SUVs”, como o Aston Martin DBX, o Lamborghini Urus e o Ferrari Purosangue, mostrada por RACING na última semana.

O visual do Lotus Eletre chama atenção por ser “musculoso”. A dianteira possui faróis mais finos e um capô com vincos bem definidos. Já as luzes principais se conectam com as entradas de ar no para-choque. As laterais contam com pinturas em duas cores. Já os espelhos retrovisores são substituídos por um conjunto de três câmeras. A traseira tem uma lanterna de LEDs de ponta a ponta, enquanto o nome da Lotus é escrito por extenso.

As rodas são de liga-leve de fibra de carbono, e podem ser de até 23 polegadas, enquanto os freios contam com discos de cerâmica. O novo SUV elétrico da Lotus é conta em sua composição com fibra de carbono e alumínio, o que diminui o peso do carro, embora a fabricante não tenha dado esta informação.

O Eletre possui alguns recursos inéditos para a marca, incluindo tecnologias semiautônomas, como sistema de frenagem automática, alerta de colisão e sistema de permanência em faixa. Tudo isso é possível graças ao LIDAR (Light Detection and Ranging), sensores a laser que montam um mapa em três dimensões de onde o carro está. O LIDAR virá de fábrica.

Por dentro, o Eletre conta com central multimídia de 15,1 polegadas, sistema de som Keff com 15 alto-falantes e 1.380 watts, conectividade 5G, assistente de baliza automático e teto solar panorâmico. O modelo tem capacidade para quatro ou cinco passageiros e tem acabamento sofisticado em lã especial.

Por enquanto, não há uma expectativa de preço, tampouco se o Lotus Eletre virá ao Brasil.

Comentários