Card image
Super carros
Lightyear 0: o elétrico que pode ser recarregado apenas uma vez por ano

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/06/2022
  • Atualizado: 15/06/2022 às 12:47
  • Por: Leonardo Marson

Imagine um carro elétrico que pode ser recarregado apenas uma vez por ano? É mais ou menos isso que a startup holandesa Lightyear propõe com o Lightyear 0, modelo elétrico que promete revolucionar a recarga das baterias. O cupê de quatro portas conta com painéis de energia solar, o que permite, em locais mais ensolarados e com motoristas que andem poucos quilômetros por dia, recarregar o modelo apenas uma vez por um ano todo.

Lightyear 0
Eis o Lightyear 0. (Foto: divulgação)

As placas de energia solar são instaladas no carro, mas não o deixam com uma aparência estranha para quem vê o modelo por fotos – ele passará a ser produzido ainda neste ano. Apesar disso, a necessidade da recarga “normal”, feita em estações ou tomadas comuns. A bateria é de 60 kWh, portanto, de acordo com a Lightyear, se o motorista andar até 35 quilômetros por dia, a recarga pode ser feita uma vez por um período que varia de dois a sete meses.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Outro detalhe é que, apesar do uso de energia solar, a autonomia do modelo não é infinita. O Lightyear 0 anda até 625 quilômetros sem recarga, no ciclo WLTP. O número supera, por exemplo, o Tesla Model 3, mesmo contando com uma bateria menor. Em estradas, com velocidade média de 110 km/h, o modelo faz 560 quilômetros. Já as placas solares permitem uma autonomia extra de 70 quilômetros em dias ensolarados.

LEIA MAIS:

Mercedes apresenta o AMG-One, hipercarro com alma de F1
De olho no futuro, DeLorean lança elétrico Alpha5
M4 CSL, o BMW mais veloz de Nurburgring Nordschleife
Ford lança Mustang Mach 1 no Brasil e celebra liderança mundial
Milionário acelera Bugatti Chiron a 414 km/h. E não foi preso!

A startup holandesa optou pelas placas solares no carro por acreditar não haver possibilidade para que redes de carregamento sejam difundidas mundo afora no futuro. Também por isso, a Lightyear aposta em uma combinação de baterias menores e maior autonomia. O veículo conta também com um arrasto aerodinâmico de 0,19 Cx, menor que os 0,20 Cx do Mercedes-Benz EQX, por exemplo.

A carroceria do Lightyear 0 é leve, mas resistente, com parte produzida em fibra de carbono, além de materiais ecológicos, como couro sintético. Microfibra e garrafas pets recicladas para a fabricação dos bancos, painel e volante. A central multimídia tem uma tela central de 10,1 polegadas, e pode ser atualizada remotamente.

O modelo possui quatro motores elétricos, cada um instalado em uma roda. São 174 cv de potência e um torque assustador de 175,4 kgfm. Já a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em dez segundos, número considerado alto. Outra novidade é que o modelo pode andar até 32 quilômetros com apenas uma hora de recarga em tomada convencional.

O Lightyear 0 teve produção limitada a 946 unidades, todas vendidas na Europa ao preço de US$ 263 mil, o equivalente a R$ 1,3 milhão, na conversão direta.

Comentários