Card image
Super carros
Daytona SP3: a nova Ferrari de rua no estilo carro protótipo de corrida

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 24/11/2021
  • Atualizado: 24/11/2021 às 21:09
  • Por: Venicio Zambeli

Modelo italiano faz de 0-100 Km/h em 2s85, tem motor com 850 vc de potência e chega a 340 km/h de velocidade máxima. Edição limitada inspira-se nos lendários carros de corrida protótipos da marca dos anos 1960.

Ferrari Daytona SP3
Ferrari Daytona SP3 – Foto: Ferrari / divulgação

Em 6 de fevereiro de 1967, a Ferrari conquistou um dos feitos mais espetaculares em toda a sua história, quando alcançou os três primeiros lugares nas 24 Horas de Daytona, na primeira rodada do Campeonato Mundial de Carros Protótipos daquele ano. Os três carros receberam a bandeira quadriculada lado a lado, na casa da Ford (em 1º lugar estava uma Ferrari 330 P3 / 4, em 2º uma 330 P4 e, em 3º, uma 412 P), representaram o auge do desenvolvimento da Ferrari 330 P3, um modelo que o engenheiro-chefe Mauro Forghieri melhorou significativamente em cada uma das três partes fundamentais do carro: motor, chassi e aerodinâmica.

Ferrari Daytona SP3
Ferrari Daytona SP3 lateral – Foto: Ferrari / divulgação

O 330 P3 / 4 abrangeu perfeitamente o espírito dos protótipos esportivos da década de 1960, uma década agora considerada a era de ouro das corridas de protótipos e um ponto de referência duradouro para gerações de engenheiros e designers.

O nome do novo carro da fabricante, da linha chamada Icona, evoca aquela lendária conquista 1-2-3 e homenageia o modelo esporte protótipo da Ferrari.

Ferrari Daytona SP3
Ferrari Daytona SP3 traseira – Foto: Ferrari / divulgação

O Daytona SP3, apresentado esta semana em Mugello, é uma edição limitada que junta-se aos outros carros da série Icona que estreou em 2018 com a Ferrari Monza SP1 e SP2.

O design do Daytona SP3 é uma interação harmoniosa de contrastes, de escultura sublime e marcante, que revelaram a importância crescente de aerodinâmica no design para abrigar quem pilota, como o 330 P4, 350 Can-Am e 512 S.

Ferrari Daytona SP3
Ferrari Daytona SP3 frontal – Foto: Ferrari / divulgação

A escolha ousada de um corpo da ‘Targa’ com capota rígida removível também foi inspirado no mundo dos protótipos esportivos: consequentemente, o Daytona SP3 não só oferece um prazer de dirigir estimulante, mas também um desempenho eficiente quando necessário.

Ferrari Daytona SP3
Ferrari Daytona SP3 interior – Foto: Ferrari / divulgação

Do ponto de vista técnico, o Daytona SP3 se inspira na engenharia sofisticada de soluções já adotadas nas corridas dos anos 1960: hoje, como naquela época, o desempenho máximo era alcançado trabalhando nas três áreas fundamentais:

Motor

O Daytona SP3 ostenta um motor V12 naturalmente aspirado, montado na parte central da traseira no estilo típico de um carro de corrida.

Indiscutivelmente o mais icônico de todos os motores da Maranello, esta unidade de potência fornece 840 cv – tornando-se o motor mais potente já construído pela Ferrari – junto com 697 Nm de torque e rotações máximas de 9500 rpm.

Chassi

O chassi é construído inteiramente de materiais compostos usando tecnologias de Fórmula 1 que não foram visto em um carro de estrada desde o LaFerrari, o último supercarro de Maranello. O assento é parte integrante do chassis para reduzir o peso e garantir ao motorista uma posição de direção semelhante a de uma competição carro.

Aerodinâmica

Por último, assim como os carros que o inspiraram, a pesquisa aerodinâmica e o design focaram em alcançar eficiência máxima usando puramente soluções passivas. Graças a recursos sem precedentes, como saídas de ar que extraem o ar de baixa pressão da parte inferior, o Daytona SP3 é o carro aerodinamicamente mais eficiente já construído pela Ferrari sem recorrer a aparelhos aerodinâmicos ativos. Por causa da integração inteligente dessas inovações técnicas, o carro pode acelerar de zero a 100km/h em 2,85s e de zero a 200km/h em apenas 7s4, desempenho estimulante, uma configuração extrema com a trilha sonora inconfundível que o motor V12 proporciona para um prazer de dirigir completamente incomparável.

Ferrari Daytona SP3
Ferrari Daytona SP3 motor – Foto: Ferrari / divulgação

 

FERRARI DAYTONA SP3 – Ficha Técnica

– Tipo: V12 – 65°

– Cilindrada: 6496 cc

– Potência máxima: 840 cv a 9250 rpm

– Torque máximo: 697 Nm a 7250 rpm

– Rotação máxima: 9500 rpm

– Peso: 1485 kg

– Rodas/pneus dianteiros: 265/30 ZR 20 J9.0

– Rodas/pneus traseiros: 345/30 ZR 21 J12.5

– Transmissão e caixa de velocidades: Tipo F1 de embreagem dupla, sete velocidades

– Velocidade máxima: 340 km/h

– 0-100 km/h: 2s85

– 0-200 km/h: 7s4

Comentários