Card image
Competições
Serra conquista tricampeonato da Stock Car; Camilo vence em SP

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/12/2019
  • Atualizado: 15/12/2019 às 14:29
  • Por: Leonardo Marson

Daniel Serra conquistou neste domingo (15) o título da Stock Car, obtido com o segundo lugar na corrida decisiva da temporada 2019, disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). A prova foi vencida por Thiago Camilo, piloto da Ipiranga Racing, que alcançou o sexto triunfo no ano e conquistou o quarto vice-campeonato na principal categoria do automobilismo brasileiro.

Daniel Serra
Daniel Serra igualou-se o pai, Chico, com três títulos da Stock Car. (Foto: Duda Bairros)

Serra passou a maior parte da corrida na sexta posição, mas avançou para o terceiro lugar após a rodada de paradas nos boxes, mesmo momento em que Camilo tomou a liderança da prova, que foi de Marcos Gomes na parte inicial da corrida. No final, Felipe Fraga, da Cimed Racing, teve uma pane seca quando perseguia Camilo, dando a segunda posição para Serra.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

O pódio foi completado por Marcos Gomes, que liderou a maior parte da corrida e terminou na terceira colocação com o carro da KTF Sport. Gabriel Casagrande, que se mostrou agressivo no início da corrida, terminou a prova na quarta posição, enquanto Diego Nunes, companheiro de Gomes na KTF, completou o grupo dos cinco primeiros em Interlagos.

LEIA MAIS:
Gomes derruba Camilo e fatura a pole em Interlagos

Mesmo com o problema de pane seca, Fraga conseguiu cruzar a linha de chegada na sexta posição, sendo seguido por Ricardo Maurício, piloto que terminou em sétimo com o carro da Eurofarma RC. Rubens Barrichello, da Full Time, Julio Campos, da Prati-Donaduzzi, e Galid Osman, da Shell Helix completaram a lista dos dez primeiros colocados.

Confira como foi a corrida

Marcos Gomes manteve a primeira posição na largada, seno seguido por Thiago Camilo e Felipe Fraga. Mais atrás, Gaetano di Mauro e Max Wilson rodaram na curva o sol, enquanto Lucas Foresti e Cesar Ramos também bateram, em incidente que envolveu Allam Khodair. Assim, o Safety Car precisou ser acionado pela direção de prova. Daniel Serra completou a primeira volta em sexto, enquanto Julio Campos apareceu em oitavo, uma posição à frente de Ricardo Maurício, o nono. Rubens Barrichello seguiu em décimo.

A relargada veio na terceira volta, com Camilo atacando sem sucesso Gomes, enquanto Gabriel Casagrande, quarto colocado, escapou no S do Senna. No miolo do circuito, Cacá Bueno, Marcel Coletta e Felipe Lapenna rodaram, perdendo posições. Campos, por sua vez, começou a segurar um pelotão com Maurício e Barrichello, em briga pela sétima colocação.

Gomes completou a oitava volta com 1s312 de frente para Camilo, enquanto Casagrande avançou ao terceiro lugar ao superar Felipe Fraga no S o Senna. O piloto da Cimed, porém, dividiu mais algumas curvas e conseguiu recuperar a posição. Além disso, o piloto da Crown foi superado por Diego Nunes e Daniel Serra, que entrou em posição de título na nona posição.

Casagrande tomou a quinta posição de Serra no complemento da décima volta, mas o líder do campeonato recuperou a posição na sequência. Camilo, por sua vez, entrou nos boxes na volta 11, em atitude seguida por Campos. No mesmo giro, Rafael Suzuki teve problemas e abandonou na saída dos boxes. Daniel Serra foi aos boxes na volta 12, em atitude repetida por Valdeno Brito.

Marcos Gomes parou na volta 14, enquanto Barrichello foi aos boxes na volta seguinte. Após as paradas nos boxes, Camilo assumiu a liderança da prova, seguido por Fraga, Serra, Gomes e Casagrande. Pouco depois, o piloto da KTF Sports passou a atacar o rival da Eurofarma RC pela terceira posição, enquanto Fraga passou a atacar Camilo pela liderança a prova.

As últimas voltas foram de perseguição de Fraga a Camilo e de Gomes a Serra pela terceira posição. Porém, o piloto da Cimed teve um problema na parte final da corrida, permitindo a Serra ser campeão com o segundo. Thiago Camilo ficou com a vitória.