Card image
Competições
Ricardo Maurício domina e vence corrida 1 no anel externo em Goiânia

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/09/2021
  • Atualizado: 21/09/2021 às 16:33
  • Por: Leonardo Marson

Ricardo Maurício venceu neste domingo (19) a primeira corrida da nona etapa da Stock Car, disputada no anel externo do Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). O piloto da Eurofarma RC largou da pole position, suportou aos ataques de Allam Khodair durante a corrida, e seguiu para vencer pela quarta vez na temporada.

Ricardo Maurício
Ricardo Maurício venceu pela 27ª vez na carreira. (Foto: Bruno Terena)

A segunda posição ficou com Allam Khodair, piloto da Blau Motorsport que chegou a tomar a liderança da prova, mas que terminou pouco mais de três segundos atrás de Maurício. Ricardo Zonta, da Shell/RCM, completou o pódio com a terceira posição, sendo seguido por Marcos Gomes, da Cavaleiro Sports. Rubens Barrichello, da Full Time, foi o quinto.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Matías Rossi, com outro carro do time de Maurício Ferreira, cruzou a linha de chegada na sexta posição, sendo seguido por Cesar Ramos, da Ipiranga Racing. Denis Navarro, companheiro de Gomes na Cavaleiro Sports, foi o oitavo, enquanto Diego Nunes, da Blau, foi o nono. Thiago Camilo, da Ipiranga Racing, foi o décimo.

LEIA MAIS:

Barrichello vence primeira corrida da Stock Car em Goiânia
Stock Car: Ricardo Maurício vence corrida 2 em Goiânia

A segunda corrida será disputada logo mais, às 13h45, com transmissão da Band, do Sportv e do canal da Stock Car no Youtube.

Confira como foi a corrida

Sob um calor de 39°C, a primeira corrida no anel externo de Goiânia começou com Ricardo Maurício mantendo a primeira colocação, enquanto Allam Khodair superou Rubens Barrichello para tomar a segunda posição. O piloto do Toyota Corolla número 111 foi pressionado por Rafael Suzuki, seu companheiro de equipe, mas manteve o terceiro lugar.

Na segunda volta, Suzuki e Daniel Serra rodaram, conseguindo retornar ao traçado sem problemas. Na terceira volta, foi a vez de Bruno Baptista ter problemas e ficar lento no traçado, provocando a primeira entrada do Safety Car na corrida. Pouco antes, Barrichello e Ricardo Zonta batalhavam pelo terceiro lugar.

Durante a neutralização, o Toyota de Baptista parou de vez na pista, precisando ser resgatado. Na quarta volta, Beto Monteiro se dirigiu aos boxes para fazer ajustes em seu Chevrolet. A relargada veio na sexta volta, enquanto a direção de prova puniu Suzuki com um drive-through pelo incidente com Serra na segunda volta da prova.

Na oitava volta, Zonta passou por Barrichello para tomar a terceira colocação, enquanto Diego Nunes, Galid Osman e Matías Rossi batalhavam pelo quinto lugar. Na passagem seguinte, Khodair superou Maurício para tomar a liderança da corrida pela primeira vez. Na abertura da volta 11, o atual campeão retomou a liderança da prova.

Diego Nunes partiu para o ataque sobre Barrichello na 13ª volta, em disputa valendo o quinto lugar. O piloto da Full Time conseguiu se segurar na posição. Maurício conseguiu abrir uma pequena vantagem em relação a Khodair, que passou a ser pressionado por Zonta. Mais atrás, Tony Kanaan cometeu um erro e perdeu algumas posições.

Na volta 16, com a abertura da janela de paradas nos boxes, Zonta entrou para fazer a troca de pneu obrigatória. Na volta seguinte, foi a vez de Maurício fazer seu pit stop, sendo seguido por Átila Abreu e Tony Kanaan. Khodair e Barrichello partiram para as paradas no 18º giro. Após as paradas dos líderes, Ricardinho retomou à frente, seguido por Zonta e Khodair.

Barrichello, em quinto, passou a batalhar com Rossi, seu companheiro de equipe, pelo quarto posto. O veterano, porém, perdeu a posição para Marcos Gomes. Na frente, Zonta cometeu um erro e permitiu a aproximação de Khodair, em disputa valendo o segundo lugar. Diego Nunes, por sua vez, batalhava pelo décimo lugar com Galid Osman.

Gomes tomou o quarto lugar de Rossi na 25ª volta da prova, enquanto Zonta e Khodair passaram a trocar ultrapassagens, sempre usando o push to pass. Na 30ª volta, Felipe Massa foi aos boxes para preparar o carro para a segunda corrida, o que foi repetido por Tony Kanaan. Na frente, Ricardo Maurício seguiu para vencer a prova, seguido por Khodair e Zonta.

Comentários