Card image
Competições
Maurício bate Camilo por 0s010 e “varre” etapa de Goiânia

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/09/2021
  • Atualizado: 21/09/2021 às 16:33
  • Por: Leonardo Marson

Ricardo Maurício se tornou na tarde deste domingo (19) o primeiro piloto a vencer as duas corridas de uma etapa da Stock Car. O piloto, que triunfou praticamente de ponta a ponta na primeira prova do dia no anel externo do Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO), venceu também a segunda prova, depois de largar em décimo e tomar a liderança nos metros finais.

Ricardo Maurício
Maurício venceu as duas corridas do dia em Goiânia. (Foto: Bruno Terena)

O atual campeão, piloto da Eurofarma RC, se viu em uma batalha pela primeira posição com Thiago Camilo, Gabriel Casagrande e Ricardo Zonta, e faturando a vitória ao superar o Camilo, piloto da Ipiranga Racing, por 0s010. Casagrande, da A.Mattheis-Vogel, foi o terceiro, sendo seguido por Julio Campos, da Lubrax Podium. Átila Abreu, da Shell/Pole, completou o top-5.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Diego Nunes, da Blau Motorsport, foi o sexto colocado, enquanto Zonta, que também batalhou pela vitória, cometeu um erro na abertura da volta final e foi apenas o sétimo com o carro da Shell/RCM. Marcos Gomes, da Cavaleiro Sports, Cacá Bueno, da Crown Racing, e Rafael Suzuki, da Full Time, completou o grupo dos dez melhores.

LEIA MAIS:

Ricardo Maurício domina e vence corrida 1 no anel externo em Goiânia
Barrichello vence primeira corrida da Stock Car em Goiânia
Stock Car: Ricardo Maurício vence corrida 2 em Goiânia

A corrida contou com duas entradas do Safety Car. A primeira ocorreu ainda nas voltas iniciais, após Denis Navarro ficar parado na pista após um incidente com Cesar Ramos e Diego Nunes. Depois, Guilherme Salas ficou parado na brita em posição perigosa, causando a segunda neutralização da corrida na capital goiana.

A próxima etapa da Stock Car está marcada para o dia 24 de outubro, no Velocitta, autódromo localizado em Mogi Guaçu (SP).

Confira como foi a corrida

A segunda corrida do domingo da Stock Car em Goiânia começou sob intervenção do Safety Car. Quando a bandeira verde foi acionada, Thiago Camilo manteve a primeira colocação, sendo seguido por Dennis Navarro, que superou Diego Nunes. No pelotão de trás, Felipe Lapenna, Tuca Antoniazi, Pedro Cardoso, Rafael Suzuki e Tony Kanaan bateram, ficando na pista.

Navarro se envolveu em um toque com Cesar Ramos, que ficou na pista. O mesmo não ocorreu com Diego Nunes, que abandonou a disputa. O Safety Car foi acionado com Camilo na liderança, seguido por Ramos e Ricardo Zonta. A relargada veio na sexta volta, e a direção de prova puniu Marcos Gomes com um drive-through por queima de largada.

Allam Khodair e Matías Rossi passaram a duelar pela quarta posição, com o piloto da Blau Motorsport cometendo um erro e caindo para sexto, perdendo a posição também para Ricardo Maurício. O atual campeão superou também o argentino na nona volta, tomando o quarto posto. Mais na frente, Zonta superou Ramos para tomar a segunda posição.

Na volta 13, Ramos superou mais uma vez Zonta, recuperando a segunda posição, enquanto Maurício chegou no pelotão dos líderes. Beto Monteiro, no pelotão de trás, tomou um toque e viu a lataria começar a raspar o pneu. Zonta e Ramos se estranharam e Maurício tomou o segundo posto, caindo para terceiro na sequência após o paranaense acionar o push to pass.

Maurício retomou o segundo lugar na volta 16, e se aproximou de Camilo, o líder da prova. Guilherme Salas escapou da pista e parou na brita, provocando a segunda entrada do Safety Car na corrida. Neste momento, Marcos Gomes se dirigiu aos boxes para fazer seu reabastecimento, o que ainda não configurava a parada obrigatória.

A relargada veio na abertura da volta 19, com Zonta atacando Maurício pela segunda posição. Os dois, além de Ramos, visitaram os boxes no complemento do giro, enquanto Camilo seguiu na pista. No retorno aos boxes, o paranaense saiu na frente do paulista. Os dois ficaram atrás de Gabriel Casagrande, que apostou em uma estratégia para a segunda corrida.

Na volta 22, Camilo foi aos boxes, e perdeu a posição atrás de Casagrande. Dois giros depois, Felipe Massa rodou na primeira curva, enquanto disputava posição com Khodair. Pouco depois, o piloto da Ipiranga Racing retomou a liderança ao passar pelo paranaense da A.Mattheis-Vogel. Na volta seguinte, Zonta usou o push to pass e superou os dois, passando de terceiro para primeiro.

A disputa entre os quatro primeiros seguia forte na volta 26, e Camilo retomou a liderança, seguido por Maurício e Zonta. Com o push, Zonta tomou a liderança, mas passou reto, despencando para a sexta posição. Maurício, Camilo e Casagrande entraram juntos na última curva, e Ricardinho seguiu para conseguir a vitória, a segunda no dia e a terceira no final de semana. Camilo e Casagrande completaram o pódio.

Comentários