Card image
Competições
Casagrande vence de ponta a ponta primeira corrida em Goiânia

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 24/11/2019
  • Atualizado: 24/11/2019 às 13:01
  • Por: Leonardo Marson

Gabriel Casagrande venceu neste domingo (24) a primeira corrida da penúltima etapa da temporada 2019 da Stock Car, disputada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (24). O piloto da Crown Racing largou da pole position e, exceção feita ao momento em que foi para a parada obrigatória nos boxes, liderou os 40 minutos da prova, garantindo o primeiro triunfo no ano, e o segundo na carreira.

Gabriel Casagrande
Gabriel Casagrande venceu pela primeira vez na temporada. (Foto: Bruno Terena)

A segunda posição ficou com Cesar Ramos, piloto da Blau Motorsport que conseguiu tomar este posto após a rodada de paradas nos boxes, ganhando a posição de Thiago Camilo. O pódio foi completado por Lucas Foresti, representante da Vogel Motorsport. Daniel Serra, líder do campeonato e piloto da Eurofarma RC, foi o quarto, depois de superar Camilo na penúltima volta, relegando o piloto da Ipiranga Racing ao quinto lugar.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Felipe Fraga, com o carro da Cimed Racing, terminou a prova em sexto, senso seguido por Nelson Piquet Jr., que finalizou a prova em sétimo. Guilherme Salas levou o carro da KTF Sports ao oitavo lugar, enquanto a dupla da Prati-Donaduzzi completou o grupo dos dez primeiros em Goiânia, com Valdeno Brito terminando em nono, e Julio Campos, em décimo.

LEIA MAIS:
Casagrande voa no Q3 e é pole da Stock Car em Goiânia

Outros pilotos postulantes ao título não foram bem. Cacá Bueno terminou em 11º com o carro da Cimed Racing, e deixa a disputa pelo campeonato. Ricardo Maurício, que largou da antepenúltima posição, terminou em 16º com o equipamento da Eurofarma RC, sem pontuar. Já Rubens Barrichello foi o 19º, depois de rodar durante a prova com o carro da Full Time.

A prova ainda contou com uma entrada do Safety Car, ocorrida ainda no início da prova. Marcel Coletta teve uma quebra em uma das rodas e perdeu o controle do carro da Crown Racing, sendo atingido por Rafael Suzuki e Bia Figueiredo. Os três pilotos abandonaram a corrida.

O campeonato tem liderança de Daniel Serra, que soma 324 pontos, 26 a mais em relação ao novo vice-líder, Thiago Camilo, que tem 298. Ricardo Maurício caiu para a terceira posição, com 292, e é seguido por Rubens Barrichello e Julio Campos, ambos com 267. Felipe Fraga, com 259, e Gabriel Casagrande, com 253, seguem com chances de título.

A segunda corrida da penúltima etapa da Stock Car acontece logo mais, ao meio-dia, também com transmissão ao vivo dos canais Sportv.

Confira como foi a corrida

Gabriel Casagrande manteve a primeira colocação, sendo seguido por Thiago Camilo. Cesar Ramos manteve a terceira posição apesar da pressão de Lucas Foresti, enquanto Felipe Fraga completava o grupo dos cinco primeiros. Mais atrás, Bia Figueiredo passou pela grama, mas não houve problemas nos metros iniciais da corrida na capital goiana.

Na segunda volta, o Safety Car foi acionado após Marcel Coletta rodar por conta de um pneu furado, e ser atingido pelos carros de Rafael Suzuki e Bia Figueiredo. Os três abandonaram a corrida. Entre os principais postulantes ao título, Camilo aparecia na segunda posição, enquanto Daniel Serra pulou para o sexto posto. Ricardo Maurício, que largou da 27ª posição, completou a segunda volta na 18ª colocação.

A bandeira verde foi acionada na abertura da quinta volta, com os cinco primeiros mantendo suas posições. Mais atrás, Rubens Barrichello rodou com o carro da Full Time, quando disputava posição com Diego Nunes. Gaetano di Mauro, por sua vez, sofreu um estouro de pneu, precisando levar o carro aos boxes. Outro que abandonou a prova foi Max Wilson, com problemas no carro da Eurofarma RCM.

Casagrande seguia na liderança da prova, mas tinha Camilo muito próximo, com Ramos e Foresti também andando perto. Mais atrás, Nelson Piquet Jr. conseguiu a ultrapassagem sobre Guga Lima para tomar a nona posição, depois de lutar por essa posição por algumas voltas. Guilherme Salas, que venceu horas antes o campeonato da Stock Light, e Piquet Jr. superaram Felipe Lapenna, avançando para sétimo e oitavo, respectivamente.

A janela de paradas nos boxes foi aberta na volta 12, enquanto Lima foi advertido por um toque em Valdeno Brito. Julio Campos e Cacá Bueno foram os primeiros a visitar os boxes, na volta 13. Na volta 15, Foresti passou a atacar Ramos pela terceira colocação, no mesmo momento em que Piquet e Valdeno foram para a troca de pneus e o reabastecimento.

Casagrande abriu vantagem sobre Camilo, que começou a receber a pressão de Ramos, mas o líder do campeonato foi aos boxes na volta 16, sendo seguido por Ramos e Foresti. Camilo assumiu a liderança, sendo seguido por Fraga, Serra, Salas e Maurício. O líder do campeonato entrou nos boxes na volta 17, assim como Salas. Camilo, Fraga e Maurício pararam no giro seguinte.

Após a janela de paradas nos boxes, o grupo dos cinco primeiros tinha Casagrande na liderança, sendo seguido por Ramos, Foresti, Camilo e Serra. Já Ricardo Maurício voltou à pista apenas na 20ª colocação. Piquet Jr. passou a atacar Fraga em disputa valendo a sexta colocação. Átila Abreu, por sua vez, foi aos boxes e abandonou a primeira corrida do dia em Goiânia.

Serra passou a pressionar Camilo em disputa pela quarta colocação, conseguindo a ultrapassagem na abertura da volta 26. Na frente, Casagrande ainda precisou se defender de Ramos para vencer.