Card image
Notícias
Stéphane Peterhansel confirma vitória no Dakar nos carros

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 15/01/2021
  • Atualizado: 15/01/2021 às 18:30
  • Por: Leonardo Marson

O “Monsieur Dakar” venceu novamente. Stéphane Peterhansel conquistou nesta sexta-feira (15) o título da prova neste ano entre os competidores dos carros. O francês, que teve como navegador o compatriota Edouard Boulanger, terminou a última especial desta edição com a terceira posição, faturando seu 14º título na mais importante corrida fora de estrada do planeta.

Stéphane Peterhansel
Peterhansel comemora 14º título do Dakar. (Foto: Frederic Le Floc’h)

O maior vencedor do Dakar foi extremamente regular na edição deste ano. Peterhansel assumiu a liderança da prova ainda na segunda especial, não perdendo a ponta em momento nenhum a partir deste momento. Apesar disso, o piloto venceu apenas um estágio nesta edição, o décimo, quando abriu a vantagem que lhe valeu o título.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Na especial desta sexta-feira, a vitória ficou com Carlos Sainz e Lucas Cruz, que completaram o percurso de 200 quilômetros entre Yanbu e Jedá em 2h17min33s. A segunda posição ficou com Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel, dupla da Toyota que chegou 2min13s atrás dos rivais da Mini. Peterhansel e Boulanger, com um Mini, foram os terceiros colocados.

LEIA MAIS:

Francês morre dias após sofrer acidente em especial do Dakar

O estágio desta sexta-feira foi apenas regular para as duas duplas brasileiras que competiram o Dakar nos carros neste ano. Guiga Spinelli e Youssef Haddad completaram o percurso com o 26º lugar a bordo de um Mini. Já Marcelo Gastaldi e Lourival Roldan, que conduziram um Century, fecharam o dia com o 33º melhor tempo.

Peterhansel e Boulanger acumularam 44h28min11s nas 12 especiais, terminando 13min51s a frente de Al-Attiyah e Baumel. Sainz e Cruz foram os terceiros colocados. As duplas brasileiras também completaram a prova: Guiga Spinelli e Youssef Haddad foram os 17º, e Marcelo Gastaldi e Lourival Roldan ficaram com a 29ª posição.