Card image
Notícias
Kevin Benavides vence especial acidentada do Dakar nas motos

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/01/2021
  • Atualizado: 12/01/2021 às 13:32
  • Por: Leonardo Marson

Kevin Benavides venceu nesta terça-feira (12) a nona especial do Rally Dakar entre os competidores das motos. Em um estágio dos mais acidentados com largada e chegada em Neom, na Arábia Saudita, o piloto da Honda completou os 465 quilômetros em 4h49min15s, completando o terceiro quarto do mais importante rali do planeta.

Kevin Benavides
Benavides segue na luta pelo título do Dakar. (Foto: Honda)

A especial contou com o abandono de Toby Price. O australiano da KTM sofreu um acidente no quilômetro 155, sofrendo uma fratura na clavícula e um traumatismo craniano, sendo levado ao hospital. Outro que precisou de cuidados médicos e está fora do Dakar é Luciano Benavides, que caiu com a Husqvarna no quilômetro 242.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A segunda posição do estágio ficou com Ricky Brabec, que com outra Honda, chegou 1min18s atrás do tempo de Kevin Benavides. José Ignácio Cornejo completou o 1-2-3 da equipe japonesa, sendo seguido por Sam Sunderland e Matthias Walkner, dupla da KTM que completou o grupo dos cinco melhores da terça-feira.

LEIA MAIS:

Cornejo vence especial e amplia liderança nas motos
Brabec vence nas motos; líderes estão separados por um segundo
Barreda vence pela terceira vez nas motos; Price lidera
Kevin Benavides vence especial e vira líder do Dakar nas motos

Joan Barreda Bort, com outra Honda, foi o sexto melhor, enquanto Lorenzo Santolino, com uma Sherco, finalizou a especial com a sétima posição. Daniel Sanders, piloto da KTM, foi o oitavo colocado, enquanto Skyler Howes, com outa KTM, acabou o dia em nono. Pablo Quintanilla, chileno que corre com a Husqvarna, fechou o grupo dos dez melhores.

Após nove etapas, Nacho Cornejo lidera o Dakar com 36h51min00s, marca 11min24s melhor em relação a Kevin Benavides, o segundo colocado. Sam Sunderland aparece em terceiro com um atraso de 14min34s, enquanto Ricky Brabec é o quarto colocado. Joan Barreda Bort completa a lista dos cinco primeiros colocados.

A quarta-feira do Dakar contará com mais uma especial, essa entre Neom e AlUla. Serão 583 quilômetros totais, e 342 quilômetros cronometrados.