Card image
Competições
De Villiers vence segunda especial nos Carros. Terranova lidera

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/01/2020
  • Atualizado: 06/01/2020 às 10:46
  • Por: Leonardo Marson

Giniel de Villiers e Alex Bravo venceram nesta segunda-feira (6) a segunda especial do Rally Dakar, disputada entre as cidades de Al Wajh e Neom, na Arábia Saudita. Correndo com um Toyota, a dupla formada pelo sul-africano e pelo espanhol completou os 393 quilômetros do trecho cronometrado em 3h37min20s, garantindo a primeira vitória em estágio nesta edição do mais importante rali do planeta.

Dakar
De Villiers venceu uma especial pela primeira vez nesta edição do Dakar. (Foto: Dakar)

A segunda posição ficou com Orlando Terranova e Bernardo Graue, argentinos que correm com um Mini e que terminaram a especial com um atraso de 3min57s em relação a De Villiers e Bravo. Khalid Al Qassimi e Xavier Panseri, com um Peugeot, ficaram com a terceira colocação, logo à frente de Mathieu Serradori e Fabian Lurquin, quartos com um Buggy. O top-5 foi completado por Nasser Al-Attiyah e Mathieu Baumel, da Toyota.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Carlos Sainz e Lucas Cruz, com um Mini, completaram o dia com o sexto melhor tempo, enquanto Yazeed Al Rajhi e Konstantin Zhiltsov levaram um Toyota ao sétimo posto. Benediktas Vanagas e Filipe Palmeiro, com um Toyota, ficaram com a oitava posição. Yasir Seaidan e Kuzmich Alexy apareceram em nono com um Mini, e Jérôme Pélichet e Pascal Larroque, a bordo de um Optimus, fecharam o grupo dos dez melhores.

LEIA MAIS:
Lituanos vencem primeira especial do Dakar nos Carros
Conheça o trajeto da edição deste ano do Rally Dakar

Vencedores da primeira especial da prova, Vaidotas Zala e Saulius Jurgelenas ficaram com a 11ª posição, imediatamente à frente de Stéphane Peterhansel e Paulo Fiúza. Já Fernando Alonso ainda não completou a especial. O bicampeão mundial de Fórmula 1, que tem como navagador Marc Comá, chegou a passar em terceiro no primeiro waypoint, mas danificou a roda de seu Toyota, e aparecia 2h30min atrasado no quarto waypoint.

Após a disputa da segunda especial, a liderança do Dakar pertence a Terranova e Graue, que somam 7h07min36s. Sainz e Cruz aparecem em segundo, distantes 4min43s dos líderes. Al-Attiyah e Baumel são os terceiros, sendo seguidos por Serradori e Lurquin. O grupo dos cinco primeiros ainda é completado por Zala e Jurgelenas.

O Dakar segue nesta terça-feira (7), quando a caravana realizará uma etapa “laço”, com largada e chegada em Neom. Serão 504 quilômetros cronometrados.