Card image
Notícias
De Villiers vence pela primeira vez uma especial no Dakar 2021

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 07/01/2021
  • Atualizado: 07/01/2021 às 17:38
  • Por: Leonardo Marson

Giniel de Villiers e Alex Bravo foram os melhores da quinta especial do Rally Dakar, disputada nesta quinta-feira (7) entre as cidades de Riad e Al Qaisumah, na Arábia Saudita. Correndo com um Toyota, a dupla venceu um estágio pela primeira vez nesta edição ao completar os 456 quilômetros cronometrados em 5h09min25s.

Giniel de Villiers
De Villiers venceu pela primeira vez no atual Dakar. (Foto: Toyota)

Brian Baragwanath e Taye Perry ficaram com a segunda posição. A dupla, que corre com um Century, acabou a especial 58 segundos mais lentos em relação a De Villiers e Bravo. Líderes do Dakar, Stéphane Peterhansel e Edouard Boulanger foram os terceiros com um Mini. O top-5 contou ainda com Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel, da Toyota, e Martin Prokop e Viktor Chytka, com um Ford.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Yazeed Al-Rajhi e Dirk von Zitzewitz fecharam o dia em sexto com um Toyota, sendo seguidos por Orlando Terranova e Bernardo Graue, com um Mini. Nani Roma e Alexandre Winocq, da Prodrive, foram os oitavos, enquanto Carlos Sainz e Lucas Cruz, com um Mini, acabaram a quinta-feira na nona posição. Jakub Przygonski e Timo Gottschalk, com um Toyota, acabaram em décimo.

LEIA MAIS:

Al-Attiyah vence especial, mas Peterhansel lidera nos carros
Al-Attiyah vence novamente e se aproxima de Peterhansel
Al-Attiyah vence especial; Peterhansel lidera o Dakar nos carros
Sainz derrota Peterhansel e vence primeira especial nos carros

Os brasileiros tiveram desempenhos distintos nesta quinta-feira. Em franca recuperação, Guiga Spinelli e Youssef Haddad foram os 16º com um Mini, atrasados 40min57s em relação aos vencedores. Marcelo Gastaldi e Lourival Roldan acabaram na 27ª posição com um Century, distantes 59min42s de De Villiers e Bravo.

A prova ainda contou com o abandono dos sul-africanos Henk Lategan e Brett Cummings, que corriam com um Toyota. A dupla sofreu um acidente durante a especial do dia, e Lategan sofreu uma fratura de clavícula, ficando sem condições de seguir na prova. O piloto foi encaminhado a um hospital em Riad, capital saudita.

Após cinco especiais, Peterhansel e Boulanger lideram o Dakar com 18h28min02s, tempo 6min11s melhor em relação a Al-Attiyah e Baumel. Sainz e Cruz, mais de 40 minutos atrás dos líderes, são os terceiros. Spinelli e Haddad aparecem na 15ª colocação, enquanto Gastaldi e Roldan avançaram para a 19ª colocação.

A próxima especial do Dakar será disputada nesta sexta-feira (8), quando a caravana da prova deixa Al Qaisumah e segue em direção a Ha’il, em um percurso total de 618 quilômetros, sendo 448 deles cronometrados.