Card image
Notícias
Alonso fala de acidente e atraso na segunda especial do Dakar

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/01/2020
  • Atualizado: 06/01/2020 às 17:18
  • Por: Leonardo Marson

Fernando Alonso teve uma segunda-feira (6) das mais complicadas no Rally Dakar. O piloto, que compete ao lado do veteraníssimo Marc Comá, bateu contra uma rocha escondida na areia na especial disputada entre as cidades de Al Wajh e Neom, na Arábia Saudita, danificou o braço de suspensão do carro e acabou com um atraso de 2h34min em relação aos vencedores do dia, Giniel de Villiers e Alex Bravo, seus companheiros de equipe Toyota.

Fernando Alonso
Alonso trabalha no reparo do carro com Marc Comá. (Foto: Dakar)

“Batemos com algo atrás da areia. Não sabemos nem o que era pois não podíamos ver nada. Fizemos 48 quilômetros muito rápido, encontramos [Vladimir] Vasilyev e fizemos 120 quilômetros atrás dele debaixo da areia mais incrível, com zero visibilidade, até que batemos com alguma coisa. Colocamos as mãos à obra para reparar o carro e, depois de não sei depois de quantas horas, estávamos prontos para sair”, disse Alonso, ao diário As, da Espanha.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

“Restavam 120 quilômetros para a chegada e fomos sem freios dianteiros, pois tivemos que cortar o circuito dianteiro. Foi uma experiência a mais. Queria viver o Dakar com todos os pontos extras, isso faz parte da prova e estou muito feliz de estar aqui”, completou o espanhol, que terminou a especial com a 63ª colocação, depois de aparecer em terceiro no primeiro waypoint.

LEIA MAIS:
De Villiers vence segunda especial nos Carros. Terranova lidera
Lituanos vencem primeira especial do Dakar nos Carros
Conheça o trajeto da edição deste ano do Rally Dakar

Alonso teve um bom início de Dakar, iniciando a prova com uma 11ª colocação no primeiro estágio da prova, disputada no domingo. Com o problema enfrentado nesta segunda-feira, o bicampeão mundial de Fórmula 1 despencou para a 47ª posição na classificação geral, distante 2h38min53s da dupla argentina formada por Orlando Terranova e Bernardo Graue.

O Dakar segue nesta terça-feira (7), quando a caravana realizará uma etapa “laço”, com largada e chegada em Neom. Serão 504 quilômetros cronometrados.