Card image
Competições
Neugebauer impede ataque de Paludo e vence em Interlagos

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/09/2019
  • Atualizado: 21/09/2019 às 14:56
  • Por: Leonardo Marson

Werner Neugebauer venceu na tarde deste sábado (21) a corrida de encerramento da quinta etapa do campeonato de corridas curtas da Porsche Cup, disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O dono do Porsche número 8 largou da segunda posição, e tomou a dianteira logo na segunda volta, ao superar Eloi Khouri. Depois, o atual campeão precisou controlar os ataques de Miguel Paludo para triunfar na capital paulista.

Werner Neugebauer
Neugebauer suportou aos ataques de Paludo para vencer em Interlagos. (Foto: Luca Bassani)

A segunda posição terminou justamente com Paludo, que atacou nos últimos dez minutos, mas terminou 0s468 atrás de Neugebauer. Ricardo Baptista, que não conseguiu acompanhar os dois primeiros em momento nenhum, terminou a corrida em terceiro, sendo seguido por Marcel Coletta, vencedor da primeira corrida do dia. O grupo dos cinco primeiros contou ainda com Alceu Feldmann.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Vitor Baptista terminou a prova na sexta colocação, após largar na 13ª colocação e se envolver em um acidente com Marçal Müller, ao tentar ultrapassar o rival na disputa pelo título da temporada. Maurizio Billi, que largou da pole position, foi o sétimo e saiu com a vitória na classe GT3. Sylvio de Barros, Rodrigo Mello e Eloi Khouri completaram a lista dos dez primeiros.

LEIA MAIS:
Marcel Coletta segura rivais e vence em Interlagos

Após a disputa da quinta etapa da temporada, Vitor Baptista segue na liderança do campeonato, agora com 156 pontos, dez a mais em relação ao segundo colocado, Marçal Müller, que soma 146. Marcel Müller é o terceiro com 136, e é seguido por Ricardo Baptista, quarto com 123. O grupo dos cinco melhores na tabela de classificação ainda aponta Miguel Paludo, que tem agora 122.

A última etapa do campeonato de corridas sprint da Porsche Cup acontece entre os dias 16 e 17 de novembro, novamente em Interlagos, dentro da programação do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.

Confira como foi a corrida

A prova começou com Maurizio Billi, piloto que largou da pole position, despencando no pelotão, cedendo a liderança para Eloi Khouri, que foi seguido por Werner Neugebauer e Miguel Paludo. Ricardo Baptista ocupou a quarta posição, logo à frente de Marcel Coletta. O piloto com o carro pintado nas cores da Eurofarma despencou para a sexta posição no primeiro giro.

Neugebauer partiu para o ataque sobre Khouri, conquistando a primeira posição já no segundo giro. O dono do Porsche número 21 logo se viu atacado também por Paludo, que tinha próximos Ricardo Baptista e Marcel Coletta. Mais atrás, Vitor Baptista ganhou duas posições desde o momento da largada e aparecia em 11º com o carro pintado nas cores da Shell.

Paludo deixou Khouri para trás na quarta volta, tomando a segunda posição, enquanto Ricardo Baptista também superou o rival do Porsche numeral 21, assumindo a terceira colocação. Mais atrás Rouman Ziemkievicz passou a ser pressionado por Sylvio de Barros em disputa valendo a décima posição geral e a terceira colocação entre os pilotos da classe GT3.

Vitor Baptista seguiu avançando, e apareceu em oitavo após seis voltas. Mais na frente, Coletta superou Khouri no S do Senna, tomou a quarta posição, e viu o rival ser superado também por Marçal Müller. Pouco depois, foi a vez de Alceu Feldmann deixar para trás o piloto do carro apoiado pela Movida, que passou a receber forte ataque de Vitor Baptista na sequência.

Restando dez minutos para o final da prova, Paludo abriu ataque contra Neugebauer pela liderança da corrida, enquanto Ricardo Baptista não tinha ritmo para acompanhar os dois ponteiros. Pouco depois, Khouri tentou superar Müller, tocou o rival e acabou rodando, perdendo ainda mais posições. Vitor Baptista passou a pressionar Müller, buscando a sexta posição da prova.

De tanto atacar, Vitor conseguiu colocar seu carro lado a lado com o de Müller na 16ª volta, mas o dono do Porsche 544 perdeu o controle, quase decolou e atingiu o carro do rival. Baptista seguiu na prova, enquanto Müller abandonou a disputa. Paludo tentou um último ataque contra Neugebauer, que se manteve à frente e seguiu para vencer em Interlagos.