Card image
Competições
Marcel Coletta segura rivais e vence em Interlagos

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/09/2019
  • Atualizado: 21/09/2019 às 14:03
  • Por: Leonardo Marson

Marcel Coletta venceu na manhã deste sábado (21) a primeira corrida da quinta etapa do campeonato de corridas curtas da Porsche Cup, disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O piloto de 17 anos, que compete também na Stock Car, assumiu a liderança da corrida após Vitor Baptista, que largou da pole position, ter um pneu furado, e suportou aos ataques de Alceu Feldmann e Miguel Paludo para triunfar na capital paulista.

Marcel Coletta
Coletta assumiu a liderança após problema com Vitor Baptista e seguiu para a vitória. (Foto: Bruno Terena)

A segunda posição ficou exatamente com Feldmann, que escalou o pelotão, e chegou a pressionar Coletta pela primeira colocação, cometendo dois erros na subida da Junção, para ser obrigado a segurar os ataques de Miguel Paludo, que terminou em terceiro. Marçal Müller fechou a corrida em quarto, enquanto Werner Neugebauer completou o grupo dos cinco primeiros em Interlagos.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Ricardo Baptista ficou com a sexta posição ao final dos 25 minutos de corrida, e foi seguido por Eloi Khouri, sétimo colocado. Maurizio Billi terminou a prova na oitava posição, e levou a vitória entre os competidores da classe GT3, terminando apenas 0s211 à frente de Sylvio de Barros, nono geral e segundo na divisão. Rouman Ziemkiewicz fechou a lista dos dez primeiros.

LEIA MAIS:
Aguiar vence pela primeira vez na Porsche Cup em Interlagos

Após a disputa da primeira corrida do dia, Vitor Baptista segue na liderança do campeonato, agora com 146 pontos, apenas dois a mais em relação ao segundo colocado, Marçal Müller, que soma 144. Marcel Coletta aparece em terceiro com 122, enquanto Eloi Khouri e Ricardo Baptista dividem a quarta posição, cada um com 107 pontos.

Marcel Coletta
Coletta celebra vitória em Interlagos. (Foto: Rafa Catelan)

A segunda corrida da classe 4.0 da Porsche Cup terá largada a partir das 14h, e contará com transmissão ao vivo do Sportv e dos canais da categoria no Facebook e no YouTube.

Confira como foi a corrida

A largada em Interlagos aconteceu com o Safety Car na pista, por conta do traçado ainda úmido da garoa que atingiu a região do autódromo ao longo de toda a madrugada. Assim, a bandeira verde foi acionada apenas na terceira volta, e os pilotos iniciaram a corrida em fila indiana. Werner Neugebauer partiu para o ataque sobre Pedro Aguiar, e os dois se tocaram, com o vencedor da corrida de sexta-feira parando na proteção de pneus.

Vitor Baptista, que largou da pole position, abriu nove décimos para Marcel Coletta no complemento da terceira volta, vantagem semelhante a que o piloto da Cimed carregava para Miguel Paludo, o terceiro colocado. Mais atrás, Adalberto Baptista ultrapassou Rouman Ziemkiewicz no final da reta dos boxes, tomando a décima posição geral, e a segunda da classe GT3.

Adalberto seguiu atacando, e tentou superar Rodrigo Mello na volta seguinte. Os dois, porém, se tocaram na segunda perna do S do Senna, e rodaram, despencando na classificação. O lance rendeu um drive-through para Mello. Neugebauer continuou atacando, e avançou para a sexta posição ao superar Ricardo Baptista na sétima volta. Na briga pela terceira posição, Paludo passou a se defender dos ataques de Alceu Feldmann, que tinha uma vantagem de 4s5 em relação ao quinto colocado, Marçal Müller.

Na nona volta, Coletta se aproximou de Baptista, conseguindo a ultrapassagem após o piloto apoiado pela Shell ter um pneu furado. Feldmann superou Paludo na volta 11, tomando a segunda posição, e se aproximou de Coletta para brigar pela ponta da prova. Paludo, por sua vez, também se manteve próximo dos dois primeiros. Um pouco mais atrás, Neugebauer passou a descontar rapidamente a diferença para Müller, que ocupava a quarta colocação da corrida.

A prova entrou nas duas voltas finais com Coletta abrindo pequena vantagem para Feldmann, que fritou pneus por duas vezes na Junção, e passando a ser pressionado por Paludo. As posições, porém, seguiram inalteradas, e o piloto apoiado pela Cimed pôde comemorar a vitória em Interlagos. Na classe GT3, Maurizio Billi venceu, terminando apenas 0s211 à frente de Sylvio de Barros.