Card image
MotoGP
Viñales se queixa de ritmo da Yamaha em pista seca

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 04/08/2017
  • Atualizado: 04/08/2017 às 17:07
  • Por: Leonardo Marson
Viñales foi apenas o 11º mais rápido com a pista seca. (Foto: Yamaha)

Maverick Viñales reclamou muito do desempenho da Yamaha com a pista seca nos treinos livres desta sexta-feira (4) para o Grande Prêmio da República Tcheca de MotoGP. Depois de encerrar a primeira atividade do dia, realizada debaixo de chuva em Brno, com o sexto tempo, o espanhol não passou do 11º posto na folha de tempos na segunda atividade do dai.

“Foi uma boa sessão a desta manhã. Me senti bastante bem no molhado, apesar de existirem ainda algumas partes para melhorar, mas honestamente, eu estava me sentindo muito confortável na moto”, comentou Viñales, após os treinos desta sexta-feira, antes de começar a se queixar do desempenho da moto no seco.

“A tarde foi realmente difícil, eu nunca me senti assim na Yamaha antes, então nós temos que entender onde está o problema. Precisamos resolver estes problemas e tentar trabalhar muito mais forte”, seguiu o espanhol. “Nós realmente não sabemos qual a causa do problema, se nós soubéssemos, melhoraríamos isso. A moto não está funcionando em 100% e temos que buscar o porquê”, completou.

Os treinos para a décima etapa da temporada 2017 da MotoGP prosseguem neste sábado (5), quando serão realizadas duas atividades livres e a classificação. O Grande Prêmio da República Tcheca de MotoGP acontece no domingo, com largada marcada para 9h, pelo horário de Brasília.

Foto: Yamaha

Comentários