Card image
Notícias
Thiago Camilo vence corrida 1 da Stock Car em Cascavel

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 11/07/2021
  • Atualizado: 11/07/2021 às 12:53
  • Por: Leonardo Marson

Thiago Camilo venceu neste domingo (11) a primeira corrida da quinta etapa da Stock Car, disputada no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR). O piloto da Ipiranga Racing largou da pole position no circuito localizado no oeste paranaense, e, exceção feita ao momento em que foi aos boxes, liderou os 30 minutos de corrida, vencendo pela primeira vez na temporada.

Thiago Camilo
Foto: Carsten Horst

A segunda posição ficou com Cesar Ramos, que não conseguiu acompanhar o ritmo de Camilo, seu companheiro de equipe, ao longo da corrida. Gabriel Casagrande, com um Chevrolet Cruze da A.Mattheis-Vogel, terminou em terceiro, completando o pódio. Daniel Serra, da Eurofarma RC, foi o quarto, sendo seguido por Rubens Barrichello, da Full Time.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Allam Khodair, da Blau Motorsport, fechou a prova na sexta colocação, sendo seguido por Átila Abreu, sétimo com um equipamento preparado pela Shell V-Power. Rafael Suzuki, da Full Time Bassani, fechou a prova no oitavo lugar, sendo seguido por Felipe Lapenna, da Hot Car. Bruno Baptista, da RCM Motorsport, completou a corrida em décimo.

LEIA MAIS:

Bird fatura pole e puxa 1-2 da Jaguar em Nova York; Sette Câmara é quinto

Confira como foi a corrida

Antes da largada, Nelsinho Piquet abandonou a corrida por conta de problemas na bomba de combustível. Quando a bandeira verde foi autorizada, Thiago Camilo manteve a liderança, seguido por Cesar Ramos. Julio Campos avançou para o terceiro lugar, enquanto Ricardo Maurício e Daniel Serra completavam o top-5, logo à frente de Felipe Lapenna.

Os quatro primeiros abriram vantagem em relação a Serra, que não era incomodado por Lapenna. O piloto da Hot Car perdeu a sexta posição para Gabriel Casagrande na quarta volta da prova, no mesmo momento em que Gaetano di Mauro passou por Átila Abreu para avançar ao nono lugar. Na passagem seguinte, o piloto da KTF foi superado pelo rival da Pole novamente.

Lapenna seguiu perdendo posições, e acabou superado por Rubens Barrichello, caindo para a oitava colocação. Mais atrás, Di Mauro passou a trocar ultrapassagens com Allam Khodair, em disputa valendo o décimo lugar. Na frente, Camilo abriu 1s5 para Ramos, o segundo colocado, na oitava volta da disputa.

Na volta 11, Di Mauro escapou na curva zero, despencando para a 20ª colocação. A janela de paradas nos boxes foi aberta e Beto Monteiro e Felipe Massa foram os primeiros a trocarem pneus e reabastecerem. Na volta 13, Campos foi o primeiro entre os ponteiros a entrar nos boxes, recolhendo para abandonar a corrida.

Camilo foi aos boxes na volta 14, cedendo a ponta para Ramos, que foi para a troca de pneus na passagem seguinte, o que foi seguido por Serra. Maurício entrou nos boxes na volta 16, no que foi seguido por Rubens Barrichello. Após as paradas, Camilo manteve a ponta, seguido por Ramos, Casagrande, Serra e Maurício.

Na volta 17, Galid Osman apareceu com o carro danificado, enquanto Denis Navarro foi punido com um drive through por excesso de velocidade nos boxes. No meio do pelotão, Lapenna passou por Bruno Baptista para tomar a décima posição. Já Dudu Barrichello parrou por Guilherme Salas para tomar a 23ª colocação. Tuca Antoniazi rodou na volta 23, voltando à pista na sequência.

Ricardo Maurício perdeu desempenho com seu carro na volta 24, recolhendo para os boxes quando restavam três minutos para o final da prova.

Camilo seguiu tranquilo para vencer pela primeira vez na temporada, sendo seguido por Ramos e Casagrande.

Comentários