Card image
Notícias
Muito além de Hamilton: conheça outros cinco pilotos negros

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 20/11/2020
  • Atualizado: 20/11/2020 às 1:48
  • Por: Leonardo Marson

O dia 20 de novembro marca a celebração do Dia da Consciência Negra no Brasil. A data foi escolhida por esta ser a data da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, líder negro que lutou contra o sistema escravagista que, em nosso País, acabou apenas em 1988.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Em um momento em que o esporte a motor, altamente dominado por brancos, se rende ao talento de Lewis Hamilton, heptacampeão mundial de Fórmula 1 e uma das mais importantes vozes antirracistas da atualidade, RACING relembra outros pilotos negros que atuaram no Brasil e no exterior.

Willy T. Ribbs
Foto: divulgação
Willy T. Ribbs

Se Lewis Hamilton foi o primeiro piloto negro a correr na Fórmula 1, coube ao americano Willy T. Ribbs ser o primeiro negro a testar um carro da categoria. Então piloto de categorias como a Indy e a Nascar, T. Ribbs participou de um teste com a Brabham no circuito do Estoril, em Portugal. Apesar de demonstrar talento, jamais voltou a guiar um carro da categoria máxima.

Jason Watt
Foto: divulgação
Jason Watt

O dinamarquês Jason Watt era considerado um fenômeno das pistas, e tinha tudo para alcançar a F1. Foi campeão da Fórmula Opel Europeia, passou pelo Campeonato Alemão de Fórmula 3 e disputou por três temporadas a F3000 Internacional, sendo vice-campeão em 1999. No mesmo ano, um acidente de moto tornou Watt paraplégico.

LEIA MAIS:

Lewis Hamilton: heptacampeão de Fórmula 1!

Apesar da perda dos movimentos nas pernas, Watt seguiu em atividade no automobilismo nórdico, vencendo o Campeonato Dinamarquês de Turismo em 2002. Em seu último ano nas pistas, em 2011, o piloto venceu uma corrida no Campeonato Escandinavo de Turismo, em corrida disputada em Jyllands-Ringen, na Dinamarca.

Bubba Wallace
Foto: Nascar Media
Bubba Wallace

Se Lewis Hamilton se colocou como uma voz antirracista na F1, coube a Bubba Wallace se posicionar desta forma na Nascar, a principal categoria do automobilismo americano. Único piloto negro nas categorias nacionais da Stock Car dos Estados Unidos, Darrell Wallace Jr. celebrou a proibição das bandeiras confederadas em eventos da categoria.

Depois, após sua equipe, a Richard Petty, descobrir um suposto nó de forca em sua garagem, que foi descartado dias depois, recebeu uma grande homenagem da Nascar. Para o ano que vem, Bubba passará a defender a nova equipe comandada por Michael Jordan, estrela maior do basquete mundial, seguindo como único piloto negro do grid da Cup Series.

Jann Mardenborough
Foto: Nissan
Jann Mardenborough

O inglês tem uma carreira curiosa: descoberto pela Nissan através de um programa de videogames, Mardenborough se tornou piloto de carros de verdade. Após passagens pela GP3, GP2 e Mundial de Endurance, o britânico se firmou no automobilismo japonês, onde disputa atualmente o Super Fórmula.

Lucas Molo
Foto: divulgação
Lucas Molo

Apesar de toda a tradição no automobilismo mundial, o Brasil teve poucos pilotos negros se destacando nas pistas. Um destes nomes é o de Lucas Molo, campeão brasileiro de Endurance em 2004 e 2005. No ano seguinte, foi o sétimo nas Mil Milhas Brasileiras e disputou a etapa de Curitiba do WTCC. Além disso, passou pela Stock Car e correu as 12 Horas de Sebring em 2009.