Card image
Notícias
MotoGP: Márquez sobra na Alemanha

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 13/07/2015
  • Atualizado: 13/07/2015 às 4:07
  • Por: admin

<p>Marc Márquez confirmou o favoritismo construído durantes os treinos venceu na manhã deste domingo (12) o Grande Prêmio da Alemanha, nona etapa da temporada 2015 da MotoGP, disputado no circuito de Sachsenring. É a segunda vitória do bicampeão do mundo neste ano, mantendo sua escrita de sempre vencer em solo tedesco, onde alcançou seis triunfos na carreira.</p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">A segunda colocação ficou com Dani Pedrosa, companheiro de Márquez na Honda. Valentino Rossi ficou com a terceira posição, completando o pódio em Sachsenring. Jorge Lorenzo, companheiro do “Doutor” na Yamaha, foi o quarto colocado, enquanto o grupo dos cinco melhores foi completado pela Ducati de Andrea Iannone.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Bradley Smith foi o sexto colocado, seguido por Cal Crutchlow. Pol Espargaró terminou a prova na oitava posição, seguido por Andrea Petrucci. A lista dos dez melhores no GP da Alemanha ainda contou com Maverick Viñales.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Com os resultados desta nona etapa, Valentino Rossi segue na liderança do campeonato, agora com 13 pontos de frente em relação ao vice-líder Jorge Lorenzo. Andrea Iannone segue na terceira posição, com 63 pontos a menos do líder, enquanto Marc Márquez diminuiu sua desvantagem para 69 pontos.</span></p>

<p><strong style="line-height: 1.6em;">A corrida</strong></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Partindo da terceira posição, Lorenzo não tomou conhecimento das duas Hondas e assumiu a liderança logo na largada, seguido por Márquez e Pedrosa. Rossi fez uma boa largada e ganhou a quinta colocação, ao superar Yonny Hernández. Pouco depois, foi a vez do italiano ganhar a posição de Iannone.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Com Lorenzo na ponta, o que se via eram os quatro primeiros juntos, com Márquez atacando o espanhol da Yamaha e Rossi pressionando Pedrosa, pelo terceiro posto. As ultrapassagens vieram na quinta volta. O atual bicampeão do mundo passou então a abrir vantagem em relação aos líderes. No giro seguinte, o italiano superou seu companheiro de equipe, passando para o segundo posto.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Com Márquez abrindo, a disputa pela segunda posição passou a ser a grande atração da corrida. Valentino não conseguiu desgarrar de seus concorrentes e viu Pedrosa superar Lorenzo, assumindo o terceiro posto. O piloto da Honda foi para o ataque sobre o italiano, superando-o na 16ª passagem.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Ao contrário do que aconteceu com Márquez, Pedrosa não conseguiu distanciar de Rossi. Porém, o espanhol não sofreu ataques mais fortes do multicampeão, que por sua vez optou por não se arriscar e manter a vantagem para Lorenzo, pensando no campeonato. Na frente, o atual bicampeão seguiu tranquilo para vencer a prova.</span></p>