Card image
Indy
Herta vence corrida marcada por chuva em Indianápolis

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 14/05/2022
  • Atualizado: 14/05/2022 às 18:57
  • Por: Ana Oliveira

Colton Herta venceu o Grande Prêmio de Indianápolis da Indy neste sábado (14). A prova foi marcada por diversas bandeiras amarelas e chuva, além das diversas trocas de pneus ao longo da corrida. Herta chegou a perder a liderança mais de uma vez, mas se estabeleceu no final, conquistando a vitória para a Andretti.

Andretti acertou na estratégia de Herta em GP confuso em Indianápolis. Foto: IndyCar

O segundo lugar ficou com Simon Pagenaud, que fez uma boa corrida de recuperação com a Meyer Shank. Will Power, que largou na pole position, finalizou na terceira posição. O quarto lugar ficou com Marcus Ericsson, seguido por Conor Daly na quinta posição.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Mesmo com diversos problemas ao longo da prova e pós ter sido acertado pelo companheiro de equipe, Felix Rosenqvist conseguiu finalizar em sexto com sua McLaren. Callum Ilott foi o sétimo, trazendo um ótimo resultado com a Juncos. Takuma Sato finalizou em oitavo, com Christian Lundgaard logo atrás. Scott Dixon encerrou o top 10.

LEIA MAIS:
Will Power conquista pole do GP de Indianápolis da Indy

Helio Castroneves foi o 14° colocado. A corrida foi marcada por diversas trocas na liderança e muitos incidentes. As equipes precisaram trocar de estratégia diversas vezes e a Andretti provou estar atenta ao acertar na escolha dos compostos conforme a chuva parava e voltava no circuito.

Confira como foi a prova em Indianápolis:

A largada aconteceu com a pista ainda molhada pela chuva. Todos os pilotos se mantiveram ilesos durante a primeira curva, mas logo depois Will  Power perdeu a liderança para Josef  Newgarden, enquanto Pato O’Ward avançava para a segunda posição, se aproveitando de um erro de Newgarden, que caiu para oitavo, para assumir a ponta ainda na primeira volta.

Na segunda volta, Felix Rosenqvist ultrapassou Alex Palou para garantir a dobradinha para a McLaren. Na volta seguinte, Colton Herta foi o primeiro a ir aos boxes para arriscar com pneus de pista seca. Graham Rahal e Christian Lundgaard foram para fora da pista.

A quarta volta foi repleta de pilotos parando para trocar o composto e Herta conseguiu colocar seu carro na segunda posição, perseguindo O’Ward. Mesmo traseirando e tendo que segurar o carro, o piloto da Andretti conseguiu ultrapassar o mexicano da McLaren.

Palou e Kyle Kirkwood passaram reto em uma das curvas, com o piloto da Chip Ganassi ficando parado no meio da pista, causando a primeira bandeira amarela da corrida em Indianápolis. A relargada aconteceu na volta 10, com Herta ainda na liderança.

Callum Ilott e Rinus Veekay bateram roda, com o britânico saindo fora da pista, mas segurando o carro para garantir a permanência no 13° lugar. Com a pista mais seca, os pilotos encontraram menor dificuldade para se manterem no traçado misto.

Conor Daly teve problemas na volta 12 e foi ultrapassado diversas vezes, despencando para o 15° lugar. Enquanto isso, no pelotão do meio, Veekay e Romain Grosjean travavam um bom duelo pela décima colocação. Kirkwood perdeu o carro novamente, mas conseguiu retornar.

Em uma dividida com outros dois carros, Newgarden acabou prejudicado, com um dos pneus furados e parou na pista. A bandeira amarela foi acionada novamente na volta 17. 

A corrida voltou na volta 2, com Takuma Sato atacando Power pela quarta posição. Mas a bandeira verde não durou muito tempo: Devlin DeFrancesco acertou Vekaay, e o piloto da Ed Carpenter teve seu assoalho danificado.

A pista foi liberada quatro voltas depois, com Herta ainda na frente e Sato com ritmo forte. Alexander Rossi passou a perseguir Power pela quinta posição, sem obter sucesso. Alguns minutos depois, Rossi foi ultrapassado por Jack Harvey.

Na volta 33, os pilotos começaram a abrir a segunda janela de pit stops. Na saída dos boxes, Rosenqvist dividiu curva com o líder Herta, mas o piloto da Andretti conseguiu se defender. Em seguida, Ilott saía da pista, enquanto Scott Dixon sofria com uma pane seca já na entrada do pit lane. Bandeira amarela acionada novamente.

A corrida recomeçou com 42 voltas e a chuva de volta ao circuito. Pato O’Ward arriscou e rodou na pista, acertando o companheiro de equipe Rosenqvist. Sato também foi prejudicado na relargada. O pace car entrou na pista.

Os pilotos aproveitaram a bandeira amarela para trocar os pneus slick por pneus de chuva. Na relargada, Herta, Ericsson e McLaughlin disputaram roda a roda, com Herta reassumindo a ponta da prova. Grosjean aproveitou a disputa para tirar a quarta posição de Ericsson.

Pagenaud veio escalando o grid e na volta 47 já estava em quinto. Helio Castroneves assumiu a décima posição, logo indo no ritmo dos pilotos que ultrapassaram Ericsson e tomando a nona colocação.

Com a chuva diminuindo, os pilotos tiveram que novamente retornar aos pneus slick na volta 50. Os líderes da prova que não pararam no início da chuva não foram prejudicados.

Na tentativa de ultrapassar Harvey, Grosjean acabou saindo da pista, com Pagenaud se aproveitando para escalar até a terceira posição. Em seguida, Harvey quase colocou Power para fora na defesa do quarto lugar, mas logo perdeu a posição para O’Ward.

A bandeira amarela foi acionada na volta 57 após Jimmie Johnson perder o carro em uma das curvas. O piloto conseguiu retornar ao traçado. A chuva voltou a atingir o circuito novamente, e a maioria dos pilotos foi aos boxes, incluindo o líder Herta.

McLaughlin conseguiu tomar a liderança na saída do pit lane. A bandeira amarela foi estendida após Rahal e Veekay rodarem na pista. Os pilotos que colocaram pneus slick retornaram aos boxes para colocar pneus de chuva.

Ainda com a corrida parada, o líder McLaughlin passou por uma parte mais molhada do traçado e rodou, ainda conseguindo se segurar no segundo lugar. Pato O’Ward assumiu a ponta.

A prova retornou com menos de 15 minutos para o fim. Herta foi para cima de O’Ward e tirou a liderança do piloto da McLaren. Logo a corrida foi parada novamente, após McLaughlin perder o controle de seu carro da Penske. O’Ward também rodou e caiu para a quarta posição.

A bandeira verde foi acionada faltando seis minutos para o fim. Colton Herta conseguiu manter a liderança, enquanto no meio do pelotão Marcus Ericsson ultrapassava Juan Pablo Montoya pela quinta posição.

A prova finalizou com uma bandeira amarela causada por Montoya, que perdeu o controle de sua McLaren e ficou parado na grama. Colton Herta cruzou a linha de chegada para vencer com seu carro da Andretti.

Comentários