Card image
Notícias
Gianluca Petecof disputa temporada da F-Regional Europeia

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/01/2020
  • Atualizado: 21/01/2020 às 18:35
  • Por: Leonardo Marson

Gianluca Petecof estreará nesta temporada na Fórmula Regional Europeia, onde defenderá a equipe Prema, mesmo time defendido pelo brasileiro nos dois últimos anos na Fórmula 4 Alemã e Italiana. O piloto de 17 anos é apoiado pela Academia Shell e é um dos integrantes do Ferrari Driver Academy, projeto do time de Maranello que visa preparar pilotos para a Fórmula 1, desde 2018.

Gianluca Petecof
Petecof subirá de categoria nesta temporada. (Foto: Prema Powerteam)

A Prema é ligada a Ferrari, e é considerara uma das principais equipes de base do automobilismo europeu. Na última temporada, conquistou o título da Fórmula Regional Europeia com 16 vitórias em 24 corridas, vencendo o campeonato com o dinamarquês Frederik Vesti. Petecof acredita que a experiência nos últimos dois anos na Fórmula 4 o ajudará na nova categoria.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

“Sem dúvida depois de dois anos seguidos com essa experiência vai ajudar muito. Qualquer ambiente onde o profissional chega já sabendo o que esperar, já sabendo como as coisas funcionam e conhecendo as pessoas e a dinâmica de trabalho favorece a focar 100% no trabalho que precisa ser executado e menos na adaptação. Então isso, com certeza, será decisivo, especialmente por se tratar do meu primeiro ano na F-Regional. É importante para colocar 100% de atenção na performance”, disse Petecof.

LEIA MAIS:
Gunther supera Da Costa na volta final e vence em Santiago

“Os primeiros testes com o carro foram muito positivos. Fiz os testes de inverno depois da temporada 2019. É um ótimo passo à frente da F4. Mas também não é nada tão diferente em termos de guiada, por ser um carro muito pesado. Então a relação peso/potência é similar à da F4”, seguiu Petecof, antes de citar as diferenças entre os carros da F4 e da F-Regional.

“As principais diferenças são em áreas em que o F4 é bem limitado e o Regional já apresenta melhoras: é o freio, que neste ano será igual ao da FIA Fórmula 3, e a diferença de downforce. Aqui há introdução do difusor e os upgrades no downforce geral do carro, que eu senti na pista também”, completou Petecof, que foi vice-campeão da F4 Italiana no ano passado.

O campeonato contará com oito etapas, todas disputadas em sistema de rodada tripla. A temporada será aberta no dia 26 de abril, em Paul Ricard, na França, e será encerrada em 25 de outubro, em Barcelona, na Espanha. Além das pistas supracitadas, a F-Regional passará por Monza, Imola, Vallelunga e Mugello, na Itália, Hungaroring, na Hungria, e Red Bull Ring, na Áustria.