Card image
Mundial de Endurance
Toyota vira líder no final e vence as 6 Horas de Spa-Francorchamps

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 01/05/2021
  • Atualizado: 01/05/2021 às 18:18
  • Por: Leonardo Marson

A Toyota venceu as 6 Horas de Spa-Francorchamps, corrida que abriu a temporada 2021 do Mundial de Endurance. O trio do Toyota GR010-Hybrid número 8, pilotado por Sébastien Buemi, Brendon Hartley e Kazuki Nakajima, travou uma boa batalha com o Alpine, e se valeu de uma parada a menos nos boxes para vencer a corrida disputada neste sábado (1).

Toyota
Toyota assumiu a liderança definitivamente quando restavam 40 minutos para o final da prova. (Foto: Toyota)

O momento chave da corrida aconteceu quando restavam 40 minutos para o final da prova, quando André Negrão, responsável por fechar a corrida no time francês, foi aos boxes pela última vez. Com uma parada a menos, Buemi, o fechador da Toyota, apenas levou o carro do time japonês até o final da prova, faturando a vitória.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A Alpine, que além de Negrão contou com Nicolas Lapierre e Matthieu Vaxivière, terminou a prova com a segunda colocação. O time se posicionou na liderança na segunda hora, com Lapierre ao volante, e lá permaneceu até a hora final, quando a parada a mais nos boxes colocou a Toyota na frente de forma definitiva.

LEIA MAIS:

Toyota garante a pole position para as 6 Horas de Spa-Francorchamps
Toyota comanda último treino livre do WEC em Spa-Francorchamps
André Negrão coloca Alpine na frente no TL2 em Spa-Francorchamps
United Autosport lidera primeiro treino para a abertura do WEC
André Negrão abre temporada em Spa-Francorchamps

A equipe japonesa ainda viu seu outro carro, pilotado por Kamui Kobayashi, Mike Conway e José María López, completar a corrida na terceira posição. O trio, que largou da pole position, liderava no início da quinta hora, quando Kobayashi passou reto em uma das curvas e deixou o carro apagar, perdendo uma volta em relação aos adversários.

Na LMP2, a United Autosport confirmou o favoritismo construído nos treinos e venceu com Phil Hanson, Fabio Scherer e Filipe Albuquerque. A JOTA completou o pódio com seus dois protótipos. Tom Blomqvist, Sean Gelael e Stoffel Vandoorne foram os segundos, seguidos por Anthony Davidson, António Félix da Costa e Roberto González.

A Porsche saiu com a vitória na categoria LMGTE-Pro, com Kevin Estre e Neel Jani conduzindo o modelo 911 RSR-19 ao primeiro lugar. A AF Corse completou o pódio com Alessandro Pier Guidi e James Calado na segunda posição, e Miguel Molina e Daniel Serra, único brasileiro desta classe, terminando em terceiro. Ambos conduziram Ferraris 488 GTE Evo.

Nicklas Nielsen, Alessio Rovera e François Perrodo foram os vencedores na LMGTE-AM, com uma Ferrari 488 GTE Evo. A TF Sport, com um Aston Martin Vantage AMR, ficou em segundo com Felipe Fraga, Ben Keating e Dylan Pereira. Roberto Lacorte, Giorgio Sernagiotto e Antonio Fuoco foram os terceiros com outra Ferrari, esta preparada pela Cetilar Racing. Augusto Farfus, Marcos Gomes e Paul Dalla Lana, da Aston Martin Racing, foram os sextos.

A próxima etapa do Mundial de Endurance está marcada para o dia 13 de junho, com a realização das 8 Horas de Portimão, corrida que acontecerá no circuito localizado em Portugal.