MotoGP
  • 03/06/2022
MotoGP usa mais os freios em Barcelona do que a F1

A MotoGP vai ao circuito de Montmeló, em Barcelona, para a disputa do Grande Prêmio da Catalunha, oitava etapa da temporada 2022. E o circuito é um dos que mais exigem dos freios, segundo a italiana Brembo, que é a fornecedora oficial de componentes de frenagem da classe rainha do Mundial de Motovelocidade.

Em uma escala de 1 a 6 estipulada pela empresa, o circuito de Barcelona aparece no nível 5 de dificuldade para os freios, a mesma de Sepang e inferior apenas a de duas pistas: Red Bull Ring, na Áustria, e o circuito internacional Chang, na Indonésia.

Ainda de acordo com a Brembo, em cada volta do Circuito de Barcelona, os pilotos têm que usar os freios 10 vezes para um total de pouco menos de 34 segundos, 34% da duração da corrida.

Na mesma pista, os monopostos da Fórmula 1 – que também utilizam componentes de frenagem fornecidos pela marca italiana – usam seus freios 8 vezes por menos de 13,3 segundos por volta, o que equivale a 17% do tempo de corrida, mesmo que tenham que fazer mais duas curvas.

LEIA MAIS:
Confira a programação e onde assistir ao GP da Catalunha da MotoGP
Fim da novela: Fabio Quartararo renova com Yamaha até 2024
Honda confirma Stefan Bradl como substituto de Marc Márquez
Martin crava novo recorde de velocidade da MotoGP em Mugello
Marc Márquez passa por nova cirurgia e não tem prazo para voltar a correr

Os dados da Brembo mostram que o sistema de freios dos protótipos da MotoGP é submetido a um alto índice de estresse logo na primeira curva da pista da Catalunha devido à sua longa reta de 1.046 metros, ocasião em que os pilotos reduzem dos 342 km/h para 99 km/h em pouco menos de 5 segundos, aplicando uma carga de 6,4 kg na alavanca do freio e, consequentemente, são submetidos a uma desaceleração de 1,5 G.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram e no Twitter!

Dos 10 pontos de frenagem do circuito catalão, duas são classificadas como exigentes, cinco de dificuldade média e as outras três restantes são relativamente leves. Além da curva 1, as as curvas 4 e 10 são as que também exigem bastante dos freios da MotoGP.

Os treinos da MotoGP na Catalunha começam nesta sexta-feira (3), seguindo pelo sábado, dia reservado também para as classificações. As corridas das três categorias estão marcadas para o domingo, e contarão com transmissão da ESPN e do Star+. E você acompanha a cobertura completa das atividades aqui, em RACING Online.

Comentários