A Ducati apresentou nesta sexta-feira (18), na Suíça, a GP19, moto que será utilizada por Andrea Dovizioso e Danilo Petrucci para a disputa da temporada 2019 da MotoGP. A equipe de Borgo Panigale exibiu uma motocicleta toda vermelha, carregando as marcas da Audi, proprietária da fabricante italiana, e da Mission Winnow, que também aparece nos carros da Ferrari na Fórmula 1 desde o último GP do Japão.

Chefe da equipe vermelha, Gigi Dall’Ignia fez uma rápida análise da última temporada, destacando o crescimento do time pelo quarto ano seguido. O dirigente deixa claro ainda que o objetivo da equipe italiana para o campeonato da principal categoria do Mundial de Motovelocidade deste ano é alcançar o título.

“2018 foi uma temporada importante para nós na MotoGP, em que nos vimos crescimento e melhora novamente, dos pontos de vista técnico e esportivo, pela quarta temporada consecutiva. Nós fomos sempre muito competitivos em pistas que tradicionalmente tínhamos mais dificuldades, e alcançamos mais vitórias e pódios em comparação com 2017”, disse Dall’Ignia.

“Apesar disso, nossos competidores diretos também melhoraram. Devemos fazer melhor e evoluir mais do que temos feito nos últimos anos, trazendo novas ideias e evoluções para cobrir todas as áreas possíveis”, seguiu o piloto, antes de elogiar seus dois pilotos para esta temporada.

“Com Andrea [Dovizioso] e Danilo [Petrucci], estamos confiantes de que temos a equipe certa para otimizar os recursos para desenvolver nossa moto. Nossos objetivos são ambiciosos, como sempre, e nós queremos trazer o título da MotoGP de volta para Borgo Panigale”, completou Dall’Ignia.

A última vez que a Ducati conquistou o título mundial na MotoGP foi em 2007, com Casey Stoner. Nas últimas duas temporadas, Andrea Dovizioso foi o vice-campeão, perdendo o campeonato para Marc Márquez nas duas oportunidades.

Veja as imagens da apresentação da GP19: