MotoGP
  • 16/03/2022
Desfile marca volta da Indonésia ao Mundial de Motovelocidade

O GP da Indonésia está de volta ao Mundial de Motovelocidade após 25 anos. A última vez que o país asiático havia sediado uma prova da principal categoria do motociclismo mundial tinha sido em 1997, quando as corridas aconteciam no circuito de Sentul, com vitórias de Valentino Rossi nas 125cc, Max Biaggi nas 250cc e Tadayuki Okada nas 500cc.

Parada de pilotos marca volta da Indonésia ao Mundial de Motovelocidade
Os pilotos do Mundial de Motovelocidade desfilaram pelas ruas de Jacarta (Foto: www.suzuki-racing.com/Divulgação)

Neste ano, as provas serão disputadas na nova pista de Mandalika, que estreou em novembro do ano passado recebendo a última etapa do Mundial de Superbike. E para promover o retorno do país ao calendário do a Mundial de Motovelocidade, pilotos de MotoGP, Moto2, Moto3 e Asia Talent Cup participaram de um evento especial na capital Jacarta nesta quarta-feira (16).

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram e no Twitter!
Parada de pilotos marca volta da Indonésia ao Mundial de Motovelocidade
Joko Widodo, presidente da Indonésia, ao lado de Joan Mir, campeão da MotoGP em 2020 pela Suzuki (Foto: www.suzuki-racing.com/Divulgação)

Eles iniciaram o dia acompanhados do CEO da Dorna, Carmelo Ezpeleta, e do presidente Joko Widodo e tomaram café da manhã com o chefe de estado em sua residência oficial, o palácio Merdeka. Por lá, trocaram presentes e tiraram fotos com o líder local.

“Foi um evento incrível, com todos os pilotos nos ajudando muito com esta promoção. A Indonésia é um dos maiores países do mundo para a MotoGP”, destacou Ezpeleta.

Logo depois, desfilaram com suas motos pelas ruas da capital do país em um circuito de aproximadamente 5 quilômetros, encerrando o passeio no Hotel Kempinski. No desfecho das atividades, os pilotos deram autógrafos aos participantes do evento.

Leia mais:
Veja onde assistir ao GP da Indonésia, etapa da MotoGP
Bastianini faz prova impecável e vence o GP do Catar
Após estreia promissora na Moto3, Diogo Moreira é o Piloto da Semana
BMW apresenta novo Safety Car para corridas da MotoGP

Parada de pilotos marca volta da Indonésia ao Mundial de Motovelocidade
Ovacionados pelo público, os pilotos de MotoGP, Moto2, Moto3 e Talent Cup desfilaram pelas ruas de Jacarta para promover a volta do GP da Indonésia (Foto: www.suzuki-racing.com/Divulgação)

E o público está empolgado com o retorno da Indonésia ao Mundial de Motovelocidade. Segundo fontes internacionais já foram vendidos 63 mil ingressos para domingo e espera-se que o público local predomine, ao contrário do que aconteceu na abertura do campeonato no Catar, quando os torcedores que visitaram Lusail era formado por uma maioria de estrangeiros e pouco mais de 17 mil entradas foram comercializadas durante todo o final de semana.

Você confere a cobertura completa do GP da Indonésia, segunda etapa da temporada 2022 do Mundial de Motovelocidade, no site da revista Racing.

Comentários