Card image
MotoGP
Binder se mantém na pista molhada com pneus slicks e vence na Áustria

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/08/2021
  • Atualizado: 15/08/2021 às 10:03
  • Por: Leonardo Marson

Brad Binder venceu neste domingo (15) o Grande Prêmio da Áustria, 11ª etapa da temporada da MotoGP. O sul-africano da KTM apostou em permanecer na pista do Red Bull Ring com pneus de pista seca mesmo com o asfalto molhado, tomou a liderança quando restavam três voltas para o final e, mesmo se arrastando nos metros finais, viu a estratégia se pagar para ficar com a vitória.

Brad Binder
Binder venceu na MotoGP pela segunda vez na carreira. (Foto: MotoGP)

A segunda posição ficou com Francesco Bagnaia, que liderou a maior parte da prova com a Ducati, e foi um dos pilotos que trocou de moto nas voltas finais, terminando apenas atrás de Binder. Jorge Martín, piloto da Pramac Ducati que largou da pole position, completou o pódio. O top-5 ainda teve Joan Mir, da Suzuki, e Luca Marini, da Avintia Ducati.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Iker Lecuona cruzou a linha de chegada na sexta posição com uma KTM da Tech3, terminando à frente de Fabio Quartararo, líder do campeonato e sétimo com uma Yamaha. A oitava posição ficou com Valentino Rossi, piloto da SRT que chegou a estar na zona de pódio no final da corrida. Álex Márquez, da LCR Honda, foi o nono, enquanto Aleix Espargaró, da Aprilia, completou a lista dos dez melhores.

LEIA MAIS:

Moto2: Fernández impede aproximação de Ogura e vence na Áustria
Moto3: García supera Öncü na volta final e vence na Áustria

A MotoGP dá prosseguimento à temporada 2021 no dia 29 de agosto, com a disputa do Grande Prêmio da Inglaterra, no circuito de Silverstone.

Confira como foi a corrida

A corrida no Red Bull Ring começou com Jorge Martín mantendo a primeira posição nos metros iniciais, sendo seguido por Francesco Bagnaia, que superou Fabio Quartararo na largada. Johann Zarco apareceu em quarto, seguido por Marc Márquez. Ainda na primeira volta, Bagnaia tomou a liderança da corrida, superando o espanhol da Pramac.

Martín seguiu perdendo posições, e acabou superado também por Zarco e Márquez, enquanto Álex Márquez escapou da pista e perdeu posições. Outro que seguiu despencando foi Quartararo, que apareceu em sexto na abertura da terceira volta. Marc Márquez, por sua vez, passou pelo francês da Pramac para tomar o segundo lugar.

Martín se recuperou e avançou para o segundo lugar na quarta volta, enquanto Brad Binder tomou a oitava posição no mesmo momento, passando por Iker Lecuona. No giro seguinte, Quartararo passou por Zarco, tomando a quarta posição. Com seis voltas, Márquez avançou para o segundo lugar novamente ao passar por Martín. Os dois seguiam duelando, mas quem se aproveitou e tomou o segundo posto foi Quartararo.

Na oitava volta da prova, Quartararo tomou a liderança da prova ao superar Bagnaia. Na abertura da nona volta, o italiano retomou a posição e viu o francês escapar da pista. Mais atrás, na 11ª volta, Joan Mir passou a atacar Jack Miller pelo sexto lugar da corrida. A ultrapassagem do atual campeão do mundo veio na volta seguinte.

A corrida chegou à metade com Bagnaia mantendo uma pequena vantagem sobre Quartararo, que era pressionado por Márquez. Martín e Zarco, já distantes dos três primeiros, fechavam o grupo dos cinco melhores. Mir, o sexto, se aproximou de Zarco na volta 17, tentando entrar no grupo dos cinco melhores. Duas voltas depois, o francês da Pramac caiu, abandonando a disputa.

Na 20ª volta, Quartararo cometeu seu segundo erro, e Márquez assumiu a segunda posição. Duas voltas depois, o espanhol da Honda chegou a passar por Bagnaia, mas viu o italiano retomar a primeira posição metros depois. Na volta 23, Oliveira caiu na curva 1, sendo mais um piloto a deixar a disputa no Red Bull Ring.

Com 24 voltas, Jack Miller e Álex Rins trocaram de moto, pegando o equipamento com pneus de chuva, o que estava autorizado desde a primeira volta. Na frente, Martín e Mir encostaram no pelotão. Com quatro voltas para o final, Márquez tomou a frente, enquanto Quartararo e Martín também passaram por Bagnaia, que caiu para o quarto lugar.

A chuva aumentou em Spielberg, e os líderes foram aos boxes, exceção feita a Binder, que seguiu na pista e tomou a primeira posição, sendo seguido por Aleix Espargaró e Takaaki Nakagami. O japonês da LCR errou e Valentino Rossi assumiu o terceiro lugar. Na penúltima volta, Márquez foi ao chão, despencando na classificação.

Rossi caiu para a quinta posição, sendo superado por Iker Lecuona e Luca Marini. Na frente, Binder entrou na última volta se arrastando na pista para vencer a corrida. Bagnaia ainda salvou a segunda posição, enquanto Martín foi o terceiro. Mir e Marini completaram o grupo dos cinco primeiros.

Comentários