Card image
MotoGP
Andrea Iannone é suspenso por 18 meses por doping

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 01/04/2020
  • Atualizado: 01/04/2020 às 9:56
  • Por: Leonardo Marson

Andrea Iannone foi suspenso por 18 meses por conta de um caso de doping no Grande Prêmio da Malásia de MotoGP realizado no ano passado. A decisão, que leva em conta os resultados de prova e contraprova de exames realizados pela Agência Mundial Antidopagem (WADA, na sigla ingês), foi revelada na manhã desta quarta-feira (1), e tem efeito imediato.

Andrea Iannone
MotoGP

O italiano, que defendeu a Aprilia na última temporada do principal campeonato do motociclismo mundial, havia sido suspenso preventivamente pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM), durante o período de férias da MotoGP. Neste hiato, o italiano submeteu provas de seu cabelo para novos testes, alegando que era uma forma mais eficaz para provar sua inocência.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Iannone sempre se disse inocente neste caso, justificando o teste positivo por conta da ingestão de carne contaminada. Uma audiência da FIM concluiu que isso, de fato, aconteceu, mas alegou que o italiano não poderia ser absolvido, sofrendo a punição de 18 meses fora das pistas. O período da suspensão começou a correr no dia 17 de dezembro de 2019, e irá até 16 de junho de 2021. O piloto promete recorrer da decisão.

LEIA MAIS:
Álex Márquez vence corrida virtual da MotoGP em Mugello

A punição pode representar o fim do relacionamento entre Iannone e a Aprilia. Massimo Rivoli, CEO da montadora, havia sinalizado que, em caso de uma suspensão longa, o contrato seria encerrado. A expectativa é de que Bradley Smith seja o titular do time ao lado de Aleix Espargaró. Porém, por conta da pandemia de coronavírus, o campeonato deste ano ainda não começou.

Iannone teve como melhor resultado pela Aprilia um sexto lugar obtido no Grande Prêmio da Austrália.