Card image
Indy
Proibição de eventos em Toronto deixa etapa da Indy em xeque

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 17/05/2020
  • Atualizado: 17/05/2020 às 13:45
  • Por: Leonardo Marson

A Indy tem um problema para resolver com uma das etapas do campeonato. A prefeitura de Toronto anunciou na última sexta-feira (15) que cancelará eventos de grande porte na cidade até o final de agosto por conta da pandemia de coronavírus. O período compreende a data prevista para realização do Grande Prêmio de Toronto, corrida que acontece nas ruas da cidade canadense.

Indy
Etapa da Indy em Toronto está marcada para 12 de julho. (Foto: IndyCar)

A prova está marcada originalmente para o dia 12 de julho, mas a decisão da prefeitura de Toronto impedirá eventos até o dia 31 do mesmo mês. Há ainda dúvidas sobre como a categoria entrará e sairá do Canadá, já que as equipes são todas baseadas nos Estados Unidos. Na sexta-feira, a IMSA, série de corridas de longa duração com protótipos e carros GTs, anunciou o novo calendário de 2020, sem corridas no Canadá.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Todos os eventos com mais de 250 pessoas em Toronto estão cancelados até o dia 31 de julho. Já as atividades que envolvam público maior que 25 mil pessoas têm um prazo de cancelamento ainda maior, não podendo acontecer até o dia 31 de agosto. A cidade ainda pedirá reembolso das verbas aprovadas pela cidade para ajudar os organizadores de eventos.

LEIA MAIS:

Ferrari avalia entrada na Indy a partir de 2022
Indy confirma nova data e St. Pete fecha temporada 2020
Sem público, Indy abre temporada com etapa no Texas em junho
Parte das equipes da Indy reiniciam trabalhos para temporada
“Esperamos que isso trará clareza aos organizadores que começaram a planejar os eventos com muita antecedência e que agora precisam saber antes de assinar contratos substanciais, o que pode prejudicar sua viabilidade financeira”, disse John Tory, prefeito da cidade de Toronto, em coletiva de imprensa. O político ainda afirmou esperar que os eventos cancelados possam acontecer em outro momento.

“Se as condições forem corretas naquele momento, e se esse for o desejo dos organizadores, nossa equipe de desenvolvimento econômico estarão lá para ajudar esses festivais a sobreviver a esse momento difícil, porque, obviamente, esse cancelamento é duro para eles e para outras pessoas que estariam presentes”, completou o prefeito de Toronto.

Até o momento, a etapa de Toronto não está cancelada pela Indy. Não serão disputadas neste ano os GPs do Alabama, de Austin, Long Beach e a rodada dupla de Detroit. Em contrapartida, Iowa e Laguna Seca receberão duas corridas cada, além de Indianápolis ter duas corridas no circuito misto.