Card image
IMSA
Jarvis é pole em Daytona. Gomes larga na frente na GTD

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 24/01/2019
  • Atualizado: 24/01/2019 às 20:05
  • Por: Leonardo Marson

Oliver Jarvis garantiu a pole position das 24 Horas de Daytona, prova que abre a temporada 2019 da IMSA SportsCar. O piloto, que divide a pilotagem de um Mazda DPI da Mazda Team Joest com Tristan Nunez, Timo Bernhard e René Rast, cravou na classificação realizada na noite desta quinta-feira (24) 1min33s685, garantindo a posição de honra para a corrida que acontecerá entre sábado e domingo, e o recorde do Daytona International Speedway.

LEIA MAIS:
Bomarito coloca a Mazda na frente no TL2 das 24h de Daytona
Nasr lidera primeiro treino para as 24 Horas de Daytona

A segunda colocação acabou nas mãos de Ricky Taylor, parceiro de Helio Castroneves na pilotagem de um Acura preparado pela Penske, e que acabou superado em 0s188 por Jarvis. Juan Pablo Montoya, com outro Acura da Penske, partirá em terceiro, e será seguido por Jonathan Bomarito, quarto com mais um Mazda. O grupo dos cinco melhores ainda contará com Felipe Nasr, atual campeão e parceiro de Pipo Derani no Cadillac da Action Express.

Jordan Taylor, responsável por classificar o Cadillac da WRT, que tem Fernando Alonso na tripulação, foi o sexto, e foi seguido por Agustín Canapino, sétimo com o Cadillac da Juncos. Tristan Vautier, parceiro de Rubens Barrichello na condução de um Cadillac da JDC-Miller, partirá da oitava posição, logo à frente de Stephen Simpson, também da JDC-Miller. O outro Cadillac da Action Express, que tem Christian Fittipaldi entre os pilotos, não registrou tempo, e largará da 15ª posição geral, a última entre os protótipos.

Na classe LMP2, que conta apenas com quatro carros no grid, a pole position acabou nas mãos de James Allen, que com um Oreca da DragonSpeed, anotou 1min35s904, batendo por 1s5 Gabriel Aubry, segundo mais rápido com o equipamento da PR1/Mathiasen. Roberto González, também da DragonSpeed, parte em terceiro, enquanto Kyle Masson, da Performance Tech, fecha o grid.

Pela GT Le Mans, Nick Tandy confirmou o favoritismo da Porsche e garantiu a pole position, anotando com seu 911 RSR preparado pela Porsche GT Team 1min42s257. A segunda posição ficou com Jan Magnussen, que com um Corvette C7.R, acabou batido em 0s326 por Tandy. Ryan Briscoe, com um Ford GT da Chip Ganassi, foi o terceiro. Parceiro de Augusto Farfus na BMW M8 GTE da BMW Team RLL, Connor de Phillippe garantiu a oitava posição no grid.

Marcos Gomes faturou a pole position para a Via Italia na classe GT Daytona. (Foto: IMSA)

Marcos Gomes colocou a Ferrari 488 GT3 da Via Italia Racing na pole position da classe GT Daytona. O piloto, que compete regularmente na Stock Car e que tem como companheiros os também brasileiros Victor Franzoni e Chico Longo, além de Andrea Bertolini, cravou em sua melhor volta 1min45s257, garantindo a posição de honra para a equipe brasileira.

A segunda posição ficou com Ben Keating, piloto de um Mercedes-AMG da equipe Riley Motorsport e parceiro de Felipe Fraga, que ficou apenas 0s067 atrás de Gomes. Trent Hindmann, com um Acura NSX da Meyer Shank, ficou com a terceira posição, e terá ao lado na segunda fila Giacomo Altoe, quarto com uma Lamborghini Huracan da EBIMOTORS. Rolf Ineichen, com outra Lamborghini, esta da GRT, foi o quinto.

Mathias Lauda, companheiro de equipe de Daniel Serra na condução de uma Ferrari 488 GTE da Spirit of Race, obteve a sexta colocação ao final da sessão classificatória. Já Bia Figueiredo colocou o Acura NSX GT3 de tripulação feminina da Meyer Shank na 11ª posição.

A edição deste ano das 24 Horas de Daytona terá largada às 17h30 de sábado (26), mas os treinos seguem nesta sexta-feira.

Foto: IMSA

Comentários