Card image
Formula 1
Williams apresenta o FW43B, carro para a temporada da F1

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 05/03/2021
  • Atualizado: 05/03/2021 às 11:47
  • Por: Leonardo Marson

A Williams apresentou nesta sexta-feira (5) o FW43B, carro que será utilizado pelo time inglês na temporada 2021 da Fórmula 1. A equipe, que se tornou a nona a exibir o carro para o campeonato deste ano, mudou radicalmente o layout do modelo que será pilotado por George Russell e Nicholas Latifi, mesma dupla de 2020.

Williams
Aí está o Williams FW43B. (Foto: Williams)

O layout do carro passa a ser prioritariamente azul, principalmente do cockpit para a parte traseira do modelo. São usados dois tons de azul: mais claro do cockpit até próximo da asa traseira, quando uma cor mais escura é usada. A asa traseira é preta, enquanto o branco aparece na frente do equipamento, e na asa dianteira.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

O modelo conta com pouquíssimos patrocínios, e é o primeiro produzido pela equipe sob controle do Dorilton, grupo de investimento americano que comprou a Williams no ano passado. O time tentará deixar a última posição do Mundial de Construtores, o que aconteceu nos últimos dois anos.

LEIA MAIS:

Band comercializa cota de patrocínio para transmissão da F1
Band promete “cobertura robusta” e exibição de pódio na F1
Haas exibe layout do VF-21 com as cores da Rússia
Aston Martin revela o AMR21, carro para a temporada da F1

Para tentar evoluir, o time de Grove manteve sua dupla de pilotos do ano passado. Russell, piloto apoiado pela Mercedes, vai para seu terceiro ano no campeonato, e é o responsável por trazer algum destaque para a Williams nos últimos anos. Já Latifi vai para o seu segundo ano na F1 tentando mostrar que pode, ao menos, ser uma sombra para o companheiro de equipe.

A temporada 2021 da Fórmula 1 será iniciada no dia 28 de março, com a realização do Grande Prêmio do Bahrein, corrida marcada para o circuito de Sakhir. Uma semana antes, porém, haverá a realização de três dias de testes coletivos, também marcados para o Circuito Internacional do Bahrein.

Comentários