Card image
Competições
Vettel comanda segundo treino da F1 no México

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 25/10/2019
  • Atualizado: 25/10/2019 às 17:31
  • Por: Leonardo Marson

Sebastian Vettel foi o piloto mais rápido do segundo treino livre para o Grande Prêmio do México, 18ª etapa da temporada 2019 da Fórmula 1. O piloto da Ferrari anotou 1min16s607 na atividade realizada na tarde desta sexta-feira (25) no Autódromo Hermanos Rodríguez, na Cidade do México, utilizando na melhor de suas voltas os pneus macios.

Sebastian Vettel
Vettel colocou a Ferrari na frente no segundo treino da F1 no México. (Foto: Ferrari)

A segunda colocação ficou com Max Verstappen, piloto da Red Bull que acabou superado em 0s115 por Vettel. Charles Leclerc, com a outra Ferrari, cravou o terceiro melhor tempo, sendo seguido por Valtteri Bottas, quarto mais rápido com o carro da Mercedes. O grupo dos cinco primeiros foi completado pelo líder do campeonato Lewis Hamilton, que pode definir o título da temporada neste final de semana.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Daniil Kvyat completou a sessão com o sexto melhor tempo com o carro da Toro Rosso, sendo seguido pelo companheiro de equipe, Pierre Gasly. Carlos Sainz colocou a McLaren na oitava posição da segunda atividade do final de semana, enquanto Nico Hülkenberg, da Renault, foi o nono melhor. A lista dos dez mais rápidos foi completada por Lando Norris, da McLaren.

LEIA MAIS:
Hamilton lidera primeiro treino da F1 no México
FIA desclassifica Renault do GP do Japão de F1
Confira a programação do GP do México de F1
GP do México terá transmissão ao vivo do Sportv. Globo exibe VT

A sessão contou com uma paralisação provocada por Alexander Albon. O piloto da Red Bull perdeu o controle do carro e acabou acertando a barreira de pneus, danificando o carro, causando a bandeira vermelha. A sessão ficou parada por 12 minutos, sendo retomada na sequência, e o piloto tailandês não conseguiu retornar a sessão para seguir com os trabalhos.

As atividades da Fórmula 1 no Autódromo Hermanos Rodríguez seguem neste sábado (26), com a realização do terceiro treino livre do final de semana, marcado para meio-dia. Depois, às 15h, haverá a classificação que definirá as posições de largada. O Grande Prêmio do México será disputado no domingo (27), a partir das 16h10, com transmissão dos canais Sportv, do portal GloboEsporte.com e da Rádio Trânsito, de São Paulo (SP).

Confira como foi o segundo treino livre

A atividade começou pontualmente às 16h, com clima bem mais agradável em relação a primeira sessão do final de semana, com 20°C de temperatura ambiente e 37°C na pista. Os pilotos partiram imediatamente à pista, com Antonio Giovinazzi marcando o primeiro tempo da sessão com a Alfa Romeo, com 1min20s600. Marca que logo foi batida por Kimi Räikkönen, companheiro na equipe baseada em Hinwil.

Lando Norris colocou a McLaren na ponta, mas logo acabou superado por Sebastian Vettel, que marcou 1min18s697. Max Verstappen vinha para bater o tempo do piloto da Ferrari, mas um erro no terceiro setor fez o holandês da Red Bull ficar com o segundo melhor tempo. Charles Leclerc tomou a ponta momentos depois, mas viu o companheiro de equipe marcar 1min17s960.

Leclerc rodou na região do Foro Sol, mas voltou à pista sem problemas, dando sequência ao treinamento. Pouco depois, Alexander Albon perdeu o controle da Red Bull e acertou a barreira de proteção, causando a primeira bandeira vermelha da atividade. Os dez primeiros colocados eram Vettel, Leclerc, Verstappen, Sainz, Norris, Räikkönen, Bottas, Gasly, Magnussen e Ricciardo.

A atividade foi retomada depois de 12 minutos, com Carlos Sainz avançando para a quarta posição com a McLaren. Na sequência, Valtteri Bottas rodou na entrada do estádio Foro Sol, mas sem bater, enquanto Nico Hülkenberg passou reto em uma das curvas com a Renault. Com 51 minutos para o encerramento da sessão, Leclerc tomou a primeira posição andando com os pneus macios pela primeira vez no dia.

Vettel tomou a liderança da atividade ao cravar 1min16s607, enquanto Verstappen avançou para a segunda posição da sessão. Pouco depois, foi a vez de Norris entrar no grupo dos dez primeiros com a McLaren, se colocando justamente na décima posição. A partir do terço final da sessão, os pilotos passaram a trabalhar nas simulações de corrida no México.

Depois de algumas voltas seguidas, Romain Grosjean reclamou com a Haas do desgaste dos pneus. Na sequência, foi a vez de Kevin Magnussen passar reto em uma das curvas, sem provocar a paralisação. A sessão seguiu sem alterações entre os dez primeiros até o final, e Vettel acabou como o piloto mais veloz, mas ainda houve tempo para uma rodada de Leclerc, que evitou a batida.