Card image
Formula 1
Verstappen vence o GP da Holanda e retoma liderança da F1

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 05/09/2021
  • Atualizado: 05/09/2021 às 11:41
  • Por: Leonardo Marson

Max Verstappen venceu na manhã deste domingo (5) o Grande Prêmio da Holanda, 13ª etapa da temporada da Fórmula 1. O piloto da Red Bull largou da pole position e liderou com facilidade a prova disputada no circuito de Zandvoort, conquistando pela primeira vez uma vitória em casa na categoria, que retornou ao país europeu após 36 anos.

Max Verstappen
Verstappen venceu em casa no retorno da Holanda ao calendário da F1. (Foto: Getty Images)

Lewis Hamilton ficou com a segunda colocação com a Mercedes, depois de tentar, sem sucesso, uma estratégia de duas paradas – também usada por Verstappen – e usar pneus médios no stint final, contra duros do holandês. Valtteri Bottas, com a outra Mercedes, completou o pódio. Pierre Gasly, da AlphaTauri, foi o quarto, enquanto Charles Leclerc, da Ferrari, fechou o top-5.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Fernando Alonso, com a Alpine, superou Carlos Sainz na última volta e terminou em sexto, relegando o espanhol da Ferrari ao sétimo lugar. Sergio Pérez, que fez uma corrida de recuperação, foi o oitavo com a Red Bull, enquanto Esteban Ocon, da Alpine, foi o nono. Lando Norris, da McLaren, foi o décimo.

LEIA MAIS:

Verstappen domina classificação e fatura pole position na Holanda
Verstappen faz volta voadora e lidera terceiro treino na Holanda
Räikkönen testa positivo para Covid-19 e não corre na Holanda
Hamilton lidera treino atrapalhado por bandeira vermelha na Holanda
Räikkönen anuncia aposentadoria da F1 ao final da temporada de 2021

Após a disputa do GP da Holanda, Max Verstappen retomou a liderança do campeonato, agora com 224,5 pontos, três a mais em relação a Lewis Hamilton, que tem 221,5. Valtteri Bottas assumiu o terceiro lugar, com 123, contra 114 de Lando Norris, agora o quarto colocado. Sergio Pérez completa a lista dos cinco melhores com 108 pontos.

A Fórmula 1 prossegue com a temporada 2021 já no próximo final de semana, com a disputa do Grande Prêmio da Itália, corrida marcada para o circuito de Monza.

Confira como foi a corrida

A corrida começou com Max Verstappen mantendo a liderança na largada, sendo seguido por Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. Pierre Gasly se segurou na quarta posição, mesmo pressionado por Charles Leclerc e Carlos Sainz. Já Antonio Giovinazzi despencou da sétima para a décima posição na primeira volta da prova.

No pelotão de trás, Nikita Mazepin mudou a trajetória enquanto freava para se defender de um ataque de Mick Schumacher. Na frente, Verstappen passou a abrir vantagem sobre Hamilton, alcançando dois segundos de frente logo na terceira volta. No quinto giro da prova, o alemão da Haas visitou os boxes e colocou pneus duros.

Sergio Pérez, que largou dos boxes, travou os pneus ao tentar passar por Mazepin na sétima volta. Pouco depois, na nona passagem, o mexicano foi aos boxes, recebendo pneus médios da Red Bull. Verstappen abriu três segundos para Hamilton na nona volta, mas viu o inglês descontar um pouco a diferença no giro seguinte. Na volta 11, Sebastian Vettel fez sua parada e ganhou pneus duros.

Nicholas Latifi, que largou dos boxes, passou por Mazepin na volta 14, tomando a 16ª posição. Duas voltas depois, foi a vez de o russo da Haas ser ultrapassado por Pérez, despencando para a 18ª posição. Na frente, Verstappen seguia com uma vantagem segura em relação a Hamilton, alcançando 3s5 em relação ao inglês. Bottas, por sua vez, já vinha dez segundos atrás do holandês.

Pérez seguiu avançando e passou por Latifi para tomar a 16ª posição, e tomou o 15º lugar de Robert Kubica pouco depois. Na volta 21, Hamilton foi aos boxes e recebeu pneus médios, o que foi repetido por Verstappen na volta seguinte. Com as paradas, Bottas assumiu a liderança da corrida, ainda sem ter feito o pit stop. Os dois líderes do campeonato, porém, passaram a se aproximar rapidamente.

Hamilton se aproximou de Verstappen, cortando rapidamente a diferença de 2s2 para 1s3 na volta 27, enquanto Bottas reclamava do desgaste dos pneus, mas se mantinha na pista com a liderança da prova. Mais atrás, Gasly passou por Alonso para tomar a sexta posição, enquanto George Russell parou nos boxes na volta 29.

Verstappen alcançou Bottas na volta 30, enquanto Hamilton sofria para superar retardatários. A ultrapassagem veio na abertura da volta 31, com o holandês tomando a frente, com o finlandês abrindo passagem para Hamilton na curva 2, despencando para o terceiro lugar. O dono do Mercedes número 77 foi aos boxes na volta 32, recebendo pneus médios. No mesmo momento, Sainz e Ocon também parara nos boxes.

Alonso fez seu pit stop na volta 34, mesmo momento em que Russell foi punido em cinco segundos por excesso de velocidade nos boxes. Leclerc fez sua troca de pneus na passagem seguinte. Na volta 37, Vettel rodou na curva 3, e quase foi atingido por Bottas. Verstappen voltou a aumentar a vantagem para Hamilton, abrindo três segundos na volta 40. Por isso, a Mercedes chamou o inglês para os boxes para uma segunda parada, colocando pneus médios novamente.

Na volta 41, foi a vez de Verstappen entrar nos boxes, recebendo pneus duros da Red Bull. Na volta 44, Norris fez sua parada, enquanto Mazepin abandonou a disputa com problemas em sua Haas. Hamilton, então, passou a reclamar com a Mercedes por ter feito a segunda parada cedo demais, o que atrapalhava a estratégia. Mais atrás, Norris passou por Ricciardo para tomar a décima posição.

A Red Bull chamou Pérez para uma segunda parada na volta 49, colocando pneus macios no carro do mexicano. Na passagem seguinte, o veterano passou por Russell, tomando a 11ª posição. Já Yuki Tsunoda abandonou a prova na volta 51. Já Mick Schumacher errou em uma das curvas, passeando pela caixa de brita.

Hamilton passou a descontar a diferença para Verstappen na volta 55, enquanto o holandês sofria com o trânsito dos retardatários. Mais atrás, Pérez voltou à zona de pontos ao passar por Ricciardo. Pouco depois, sem trânsito pela frente, o holandês da Red Bull voltou a abrir vantagem em relação a Hamilton, voltando aos três segundos de frente na volta 61.

Pérez, com pneus mais novos e macios, passou a atacar Norris em disputa valendo a nona posição, enquanto Alonso passou a atacar Sainz pelo sexto posto. O mexicano conseguiu a ultrapassagem quando restavam seis voltas para o final da corrida, em um lance do qual houve toque entre os pilotos de Red Bull e McLaren.

Bottas foi aos boxes na volta 68, colocando pneus macios. O finlandês, então, fez a volta mais rápida, apesar da orientação da equipe de não fazer isso. Na penúltima volta, foi a vez de Hamilton visitar os boxes, colocando pneus macios. Mais atrás, Pérez passou por Ocon para tomar a oitava posição. Verstappen, por sua vez, chegou ao final da prova na liderança, vencendo a corrida.

Comentários