Card image
Formula 1
Verstappen supera Bottas e lidera primeiro treino em Abu Dhabi

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 11/12/2020
  • Atualizado: 11/12/2020 às 8:36
  • Por: Leonardo Marson

Max Verstappen foi o piloto mais rápido do primeiro treino livre para o Grande Prêmio de Abu Dhabi, etapa de encerramento da temporada 2020 da Fórmula 1. Na atividade realizada na manhã desta sexta-feira (11) no circuito de Yas Marina, nos Emirados Árabes Unidos, o piloto da Red Bull registrou na melhor das suas voltas 1min37s378, usando pneus macios.

Max Verstappen
Verstappen derrotou Bottas por 0s034. (Foto: Red Bull)

A segunda posição ficou com Valtteri Bottas, piloto da Mercedes que acabou superado em 0s034 por Verstappen. Esteban Ocon, com a Renault, apareceu em terceiro, sendo seguido por Alexander Albon, com a outra Red Bull. Lewis Hamilton, que volta ao grid após se recuperar do Covid-19, foi o quinto com a Mercedes, depois de perder tempo de pista com problemas no pedal do freio.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A Racing Point viu seus dois pilotos aparecerem logo na sequência da folha de tempos, com Lance Stroll, sexto mais rápido, à frente de Sergio Pérez. Daniil Kvyat se colocou na oitava colocação com a AlphaTauri, vendo o companheiro de equipe, Pierre Gasly, ficar em nono. Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo, foi o décimo.

LEIA MAIS:

Confira a programação para o GP de Abu Dhabi de F1 e onde ver na TV

A sessão contou com a participação de Mick Schumacher, que levou a Haas ao 18º lugar ao final dos 90 minutos de treinamento. Pietro Fittipaldi, que mais uma vez substitui Romain Grosjean na Haas, foi o 19º. O brasileiro, porém, testou o assoalho que a equipe americana planeja usar a partir da temporada de 2021 da Fórmula 1.

A segunda sessão de treinos livres para o Grande Prêmio de Abu Dhabi de Fórmula 1 está marcado para 10h, com transmissão dos canais Sportv.

Confira como foi o treino

A primeira sessão de treinos para o Grande Prêmio de Abu Dhabi começou com sol claro, temperatura em 25°C e asfalto em 39°C. Os pilotos, incluindo Mick Schumacher, que participou do exercício no lugar de Kevin Magnussen na Haas, foram à pista assim que os boxes se abriram. Alexander Albon, com a Red Bull, marcou 1min45s301 e foi o primeiro a ter tempo aferido.

Charles Leclerc tomou a liderança da sessão com a Ferrari, mas logo foi superado por Valtteri Bottas, que cravou 1min40s692. Quem também saiu para a pista, sem marcar um tempo entre os melhores, foi Lewis Hamilton, recuperado da Covid-19 que o tirou do GP de Sakhir, no último final de semana. Na sequência, o finlandês da Mercedes marcou 1min39s313.

Com 15 minutos de atividade, Kimi Räikkönen pulou para a terceira colocação com a Alfa Romeo. Já a Mercedes tinha trabalho com o carro de Hamilton nos boxes, após o piloto reclamar de problemas de pressão no pedal do freio. Esteban Ocon se colocou em quarto com a Renault, mas logo foi superado por Nicholas Latifi, da Williams.

Räikkönen pulou para a segunda colocação, enquanto Pierre Gasly, coma AlphaTauri, avançou para o terceiro lugar. Já Daniel Ricciardo encostou o carro da Renault com problemas no acelerador. Latifi, por sua vez, voltou ao terceiro lugar da classificação. Com 1h05min para o final da sessão, o Safety Car Virtual foi acionado para a retirada do carro do australiano da pista.

A bandeira verde foi acionada momentos depois, dando sequência ao treinamento. Na sequência, Max Verstappen colocou a Red Bull na liderança ao marcar 1min39s113, mas foi superado por Bottas pouco depois, ao ver o finlandês marcar 1min37s412 usando os pneus macios. Gasly marcou o terceiro tempo pouco depois.

Ocon marcou o quinto tempo com a Renault após 35 minutos de sessão. Pouco depois, Sergio Pérez, vencedor do GP de Sakhir no último final de semana, se colocou em segundo com a Racing Point. Com 40 minuto de treinamento, todos os pilotos foram aos boxes para que as equipes fizessem ajustes em seus equipamentos.

Latifi quebrou o silêncio em Abu Dhabi e foi à pista na abertura da segunda metade da sessão, em atitude tomada também por Lewis Hamilton, apenas 19º com a Mercedes. O heptacampeão do mundo, usando pneus duros, avançou para a sexta colocação. Räikkönen, por sua vez, voltou ao grupo dos dez melhores ao subir para sexto.

Ocon apareceu em segundo com a Renault, ainda mais de um segundo distante do tempo obtido por Bottas. Verstappen, na sequência, tomou a liderança ao cravar 1min37s378. Já Mick Schumacher, com a Haas, avançou para a 16ª colocação. Albon, então 14º, rodou ao tentar uma volta rápida com a Red Bull quando restavam 24 minutos para o final da sessão.

Depois da rodada, Albon registrou mais uma volta e avançou para a quarta colocação. Restando menos de 12 minutos para o final da atividade, Pietro Fittipaldi voltou à pista, e marcou o 19º tempo. O brasileiro testava o assoalho que a Haas usará na temporada de 2021, e aparecia mais de sete segundos atrás do tempo de Verstappen.

A sessão terminou com Verstappen na liderança, seguido por Bottas e Ocon.