Card image
Competições
Verstappen fatura pole no México; Bottas acerta o muro

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 26/10/2019
  • Atualizado: 26/10/2019 às 16:14
  • Por: Leonardo Marson

Max Verstappen conquistou neste sábado (26) a pole position para o Grande Prêmio do México, 18ª etapa da temporada 2019 da Fórmula 1. Na fase final da classificação realizada nesta tarde no Autódromo Hermanos Rodríguez, na Cidade do México, o holandês, piloto da Red Bull, marcou 1min14s758, garantindo pela segunda vez na carreira a posição de honra.

Max Verstappen
Segunda pole position da carreira de Max Verstappen. (Foto: Red Bull Content Pool)

A segunda posição ficou com Charles Leclerc, piloto da Ferrari que acabou 0s266 distante do tempo obtido por Verstappen. A segunda fila contará com Sebastian Vettel, companheiro de equipe do monegasco na Ferrari, e Lewis Hamilton, líder do campeonato e piloto da Mercedes. Alexander Albon, com a outra Red Bull, completou o grupo dos cinco primeiros no México.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Valtteri Bottas ficou com a sexta posição no grid, e bateu na última curva do circuito quando buscava melhorar o tempo no Q3. A McLaren viu Carlos Sainz ficar com a sétima posição no grid, e Lando Norris, a oitava. O grupo dos dez primeiros será completado pelos dois pilotos da Toro Rosso, equipe que viu Daniil Kvyat terminar em nono, e Pierre Gasly, em décimo.

O Grande Prêmio do México de Fórmula 1 será disputado neste domingo (27), a partir das 16h10. A corrida terá transmissão ao vivo dos canais Sportv, do portal GloboEsporte.com e da Rádio Trânsito, de São Paulo (SP).

Confira como foi a classificação

Q1

A primeira fase da classificação começou com pista seca e 20°C de temperatura ambiente, e 37°C no asfalto. Como de costume, a Williams foi a primeira equipe a mandar seus pilotos à pista, com George Russell sendo o primeiro a registrar tempo, com 1min33s152, marca muito mais alta que o normal até para os carros da equipe de Grove. Robert Kubica, na sequência, fez 1min20s313.

Russell voltou a tomar a ponta da sessão, enquanto Romain Grosjean rodou quando tentava marcar a primeira volta rápida no Q1 com a Haas. Kevin Magnussen, companheiro de equipe do francês, subiu para o terceiro posto. Daniil Kvyat apareceu na ponta com a Toro Rosso, mas perdeu o lugar para Lando Norris, da McLaren, e Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo.

Sebastian Vettel se colocou na liderança com a Ferrari ao cravar 1min16s859, sendo batido por Alexander Albon, que anotou 1min16s175 com a Red Bull. Lewis Hamilton subiu para a segunda posição com a Mercedes, sendo seguido por Charles Leclerc, com a outra Ferrari. Com nove minutos para o final do Q1, Max Verstappen marcou 1min15s949 para tomar a liderança.

Restando cinco minutos para o encerramento da classificação, não havia surpresa nas primeiras colocações, e as atenções se voltaram para a parte de baixo da tabela de tempos. Lance Stroll, da Racing Point, aparecia entre os eliminados, em um grupo que possuía ainda os pilotos da Haas e da Williams. Kubica tentou melhorar, mas travou os pneus e escapou da pista.

A sessão se encerrou com Verstappen na ponta, sendo seguido por Albon e Leclerc. Os eliminados foram Stroll, Magnussen, Grosjean, Russell e Kubica.

Q2

A segunda sessão começou com os pilotos partindo à pista imediatamente. Pouco depois, a direção de prova anunciou uma investigação na saída dos boxes entre Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo. O russo da Toro Rosso marcou 1min17s712, sendo o primeiro a registrar volta. Na sequência, com os pneus médios, Hamilton cravou 1min16s481 com a Mercedes.

Vettel tomou a liderança ao cravar 1min15s914, também usando os médios. O piloto da Ferrari viu Verstappen aparecer em segundo com a Red Bull, seguido por Leclerc, seu companheiro de equipe. Pouco depois, Hamilton perdeu a melhor volta por errar o contorno da curva 11. Na metade da sessão, os eliminados eram Sainz, Giovinazzi, Räikkönen, Gasly e Kvyat.

Depois de um período nos boxes, os pilotos retornaram à pista restando três minutos para o encerramento do Q2 para dar as últimas voltas rápidas. Carlos Sainz, que estava ameaçado, marcou o quarto tempo. Bottas ainda tomou o melhor tempo, e acabou superado por Hamilton, que fez 1min15s721. Os eliminados foram Pérez, Hülkenberg, Ricciardo, Räikkönen e Giovinazzi.

Q3

A parte final da classificação começou com os pilotos demorando um pouco para ir à pista. Quem marcou a primeira volta rápida foi Kvyat, que logo foi batido por Sainz. Então, Bottas marcou 1min15s338, marca superada por Hamilton na sequência. Vettel colocou a Ferrari na frente por poucos segundos, já que Verstappen marcou 1min14s910 com a Red Bull.

Após alguns minutos nos boxes, os pilotos partiram para a última tentativa de volta rápida, com Leclerc errando em uma das curvas. Valtteri Bottas, por sua vez, bateu na última curva do circuito, enquanto Verstappen melhorou para 1min14s758, faturando a pole position.