Card image
Competições
Verstappen bate Hamilton no final e lidera TL3 em Abu Dhabi

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 30/11/2019
  • Atualizado: 30/11/2019 às 9:07
  • Por: Leonardo Marson

Max Verstappen foi o piloto mais rápido do terceiro treino livre para o Grande Prêmio de Abu Dhabi, corrida de encerramento da temporada 2019 da Fórmula 1. Na sessão realizada na manhã deste sábado (30) no circuito de Yas Marina, na capital dos Emirados Árabes Unidos, o piloto da Red Bull aproveitou os instantes finais para marcar 1min36s640, usando os pneus macios.

Max Verstappen
Verstappen tomou o melhor tempo da atividade nos cinco minutos finais. (Foto: Red Bull)

Lewis Hamilton, líder na maior parte da sessão, terminou a sessão com o segundo tempo, ao ser batido em 0s074 por Verstappen. Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton na Mercedes e piloto mais rápido da sexta-feira, ficou com o terceiro tempo, sendo seguido por Alexander Albon, quarto com a outra Red Bull. Sebastian Vettel e Charles Leclerc, ambos da Ferrari, fecharam o grupo dos seis primeiros.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Sergio Pérez, com o carro da Racing Point, completou a sessão com o sétimo melhor tempo, ficando à frente de Daniel Ricciardo, oitavo com a Renault depois de passar boa parte do exercício entre os cinco pilotos mais rápidos. Carlos Sainz, da McLaren, fechou o treinamento com o nono tempo, enquanto Pierre Gasly, da Toro Rosso, completou o grupo dos dez mais rápidos.

LEIA MAIS:
TV Globo escala Felipe Giaffone para comentar GP de Abu Dhabi

A partir das 10h acontece a classificação que definirá as posições de largada para a etapa de encerramento da temporada 2019. O Grande Prêmio de Abu Dhabi de Fórmula 1 está marcado para 10h10 deste domingo (1), e contará com transmissão ao vivo da TV Globo, do portal GloboEsporte.com e da rádio Band News FM.

Confira como foi o terceiro treino livre

A terceira sessão de treinos para o Grande Prêmio de Abu Dhabi começou às 7h, pelo horário de Brasília, com a temperatura ambiente em 26°C e 39°C na pista. Alguns pilotos, como Robert Kubica, por exemplo, partiram para a volta de instalação, mas retornaram aos boxes logo na sequência. Apenas após dez minutos que Lando Norris saiu para a pista com a McLaren, marcando 1min38s987 com os pneus macios.

Kimi Räikkönen colocou a Alfa Romeo na segunda posição, mas logo foi batido por Carlos Sainz. Nico Hülkenberg marcou 1min38s884 com a Renault, mas acabou superado por Daniel Ricciardo segundos depois, após o australiano registrar 1min38s271. No fechamento dos primeiros 20 minutos da sessão, Valtteri Bottas colocou a Mercedes na frente com 1min37s911.

Sebastian Vettel colocou a Ferrari na segunda colocação, 0s259 atrás do tempo de Bottas, enquanto Charles Leclerc marcou somente o oitavo tempo. Lewis Hamilton tomou a frente na folha de tempos ao marcar 1min37s699. Vettel, por sua vez, travou os pneus em uma das frenagens, mas seguiu na pista. Max Verstappen, da Red Bull, tomou a primeira posição com a Red Bull ao cravar 1min37s202.

Hamilton retomou a liderança da atividade ao cravar 1min36s877 com os pneus macios, e viu Bottas avançar para a segunda posição com um tempo 0s312 acima do tempo do inglês. Alexander Albon, por sua vez, teve que escapar da pista ao encontrar a Renault de Hülkenberg lento, para não acertar o carro do alemão. Na sequência, Hamilton melhorou ainda mais seu tempo, chegando a 1min36s640.

Leclerc fez apenas cinco voltas completadas após 37 minutos de atividade, e aparecia somente na 18ª colocação. Enquanto Isso, Ricciardo mantinha a Renault em quinto. Vettel avançou para a segunda posição, perdendo tempo no terceiro setor, após fazer as melhores duas primeiras parciais. Leclerc, de volta à pista, também teve duas parciais mais rápidas, mas perdeu tempo no trecho final e marcou o terceiro tempo.

Bottas melhorou seu tempo, mas ficou 0s015 distante da marca obtida por Hamilton, enquanto Lando Norris escapou da pista no trecho final, mas sem causar danos a McLaren. O mesmo aconteceu com Hülkenberg, que deixou os pneus de seu Renault “quadrados” após uma fritada. Carlos Sainz avançou para a sétima colocação, enquanto Verstappen subiu para terceiro.

Restando sete minutos para o final da sessão, Albon subiu para a quarta posição, ficando à frente dos dois pilotos da Ferrari. Três minutos depois, Verstappen pulou para a liderança ao marcar 1min36s566. A sessão seguiu sem que os tempos melhorassem, e o holandês da Red Bull acabou com o melhor tempo.