Card image
Formula 1
Stroll lidera segundo treino livre para o GP da Inglaterra de F1

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 31/07/2020
  • Atualizado: 31/07/2020 às 12:40
  • Por: Leonardo Marson

Lance Stroll foi o piloto mais rápido do segundo treino livre para o Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1. Na sessão realizada no final da manhã desta sexta-feira (31) no circuito de Silverstone, o piloto da Racing Point registrou o melhor tempo ao marcar 1min27s274, usando pneus macios. A marca foi a mais veloz do dia.

Lance Stroll
Stroll foi o piloto mais rápido da pista. (Foto: Racing Point)

A segunda posição ficou com Alexander Albon, piloto da Red Bull que ficou apenas 0s090 de Stroll. O tailandês ainda foi o causador da única bandeira vermelha da sessão, quando buscava fazer mais uma volta rápida e acertou o guard-rail, causando a paralisação do treinamento no traçado inglês por 11 minutos. Valtteri Bottas, da Mercedes, ficou com a terceira posição.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Charles Leclerc colocou a Ferrari na quarta colocação na folha de tempos, sendo seguido por Lewis Hamilton, da Mercedes. Carlos Sainz anotou a sexta melhor marca com a McLaren, sendo seguido por Nico Hülkenberg, que retorna à F1 neste final de semana. Pierre Gasly, da AlphaTauri, Daniel Ricciardo, da Renault, e Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo, fecharam o top-10.

LEIA MAIS:

Verstappen lidera primeiro treino da F1 em Silverstone

As atividades da Fórmula 1 seguem neste sábado (1), quando serão realizados o terceiro treino livre e a classificação que definirá as posições de largada. O Grande Prêmio da Inglaterra será disputado no domingo (2), a partir das 10h10.

Confira como foi o treino

A segunda sessão de treinos livres começou sob forte calor em Silverstone. A temperatura ambiente apontava 34°C, enquanto o asfalto tinha 49°C no início do treino livre. Após alguns minutos de pista liberada, Daniel Ricciardo foi o primeiro a deixar os boxes com a Renault. Assim, o australiano foi o primeiro a registrar volta, com 1min30s518.

Romain Grosjean colocou a Haas na frente logo na sequência, e o que se viu a partir daí foi uma dança das cadeiras na ponta da folha de tempos. Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen, ambos da Alfa Romeo, e Pierre Gasly, da AlphaTauri, avançaram na ponta. Neste meio tempo, Sebastian Vettel fez suas primeiras voltas no final de semana.

Charles Leclerc colocou a Ferrari na frente ao marcar 1min28s960, ainda usando os pneus médios, enquanto Vettel subiu para a oitava posição. Pouco depois, o monegasco rodou no primeiro setor, voltando à pista. Max Verstappen, então, colocou a Red Bull na liderança ao cravar 1min28s390, também com os compostos de faixa amarela.

Alexander Albon tomou a ponta, mas logo foi superado por Valtteri Bottas, que cravou 1min28s039 com a Mercedes. Lewis Hamilton, por sua vez, avançou para a terceira colocação. Após alguns minutos sem carros na pista, os pilotos voltaram à pista com pneus macios. Albon foi o primeiro a marcar tempo, com min27s364, sendo batido por Lance Stroll, que fez 1min27s274.

A bandeira vermelha foi acionada quando restavam 45 minutos para o encerramento da sessão. Albon acertou a Red Bull no guard-rail e provocou a interrupção da atividade em Silverstone. A sessão foi retomada após 11 minutos, com diversos pilotos indo para a pista.

Hamilton se colocou na quinta posição, três décimos atrás de Stroll. Vettel, por sua vez, aparecia na 20ª e última posição, após apenas oito voltas realizadas. Assim, o tetracampeão do mundo voltou à pista quando restavam 25 minutos, mas com duas passadas pela grama, melhorou apenas para a 18ª colocação da atividade.

Com as simulações de corrida, os tempos deixaram de cair. Alguns pilotos, como Hamilton, foram à pista com pneus duros, enquanto outros aproveitaram para usar os médios. Nos dez minutos finais, a McLaren liberou Lando Norris dos boxes quando Lance Stroll passava. O canadense freou o carro e evitou um incidente sem maiores problemas.

Houve tempo ainda para que Nicholas Latifi saísse da pista. A sessão seguiu para o final com Stroll na liderança, sendo seguido por Albon e Bottas.