Card image
Formula 1
Pai de Vitaly Petrov é assassinado na Rússia

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 24/10/2020
  • Atualizado: 24/10/2020 às 15:51
  • Por: Leonardo Marson

O pai do piloto Vitaly Petrov foi assassinado neste sábado (24) na casa em que vivia, na cidade de Vyborg, próxima da fronteira entre Rússia e Finlândia. De acordo com veículos de imprensa da Rússia, Alexander Petrov foi encontrado morto com sinais de tiros em seu corpo. O site 47 News chega a dizer que o empresário teria sido vítima de um franco-atirador.

Vitaly Petrov
Petrov conquistou um pódio na F1, na Austrália, em 2011. (Foto: divulgação)

Alexander Petrov era um importante empresário da região de Vyborg, e disputou as últimas eleições regionais na Rússia pelo partido “Rússia Unida”, de Vladimir Putin, elegendo-se deputado municipal. Através das atividades como empresário, e também graças aos contatos com o governo russo, ele pôde ajudar o filho na carreira no esporte a motor.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Vitaly Petrov foi o primeiro russo a correr na Fórmula 1, e esteve no grid da categoria entre 2010 e 2012. Atualmente, o piloto se dedica a provas de endurance, mas tem sido lembrado por comentários homofóbicos nas últimas semanas.

LEIA MAIS:

Hamilton destrói tempo de Bottas e garante a pole em Portugal

Petrov estava em Portimão, escalado como comissário convidado para o Grande Prêmio de Portugal, que será disputado neste domingo. Após as informações da morte de Alexander Petrov, porém, a FIA dispensou o russo de suas atividades no final de semana. Bruno Correa, piloto do Safety Car da Fórmula E, o substituirá.