Card image
Formula 1
Tricampeão mundial de F1, Niki Lauda morre aos 70 anos

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 20/05/2019
  • Atualizado: 20/05/2019 às 22:39
  • Por: Leonardo Marson

O tricampeão mundial de Fórmula 1 Niki Lauda morreu na noite desta segunda-feira (20), aos 70 anos. O austríaco tinha problemas renais e desde janeiro deste ano fazia sessões de hemodiálise após uma gripe que prejudicou o funcionamento dos pulmões, que foram transplantados.

Niki Lauda
Niki Lauda trabalhou na Mercedes nos últimos anos. (Foto: Mercedes)

“Com profunda tristeza, anunciamos que nosso amado Niki morreu pacificamente com sua família na segunda-feira, 20 de maio de 2013. Suas realizações únicas como atleta e empreendedor são e permanecerão inesquecíveis; seu incansável entusiasmo pela ação, sua franqueza e sua coragem permanecem um modelo e uma referência para todos nós. Era um marido amoroso e atencioso, pai e avô longe do público, que sentirá sua falta”, declarou a família de Lauda, através de e-mail.

Dirigente da Mercedes nos últimos anos, Lauda sofreu um gravíssimo acidente durante o Grande Prêmio da Alemanha de 1976, em Nürburgring. Na ocasião, o então piloto da Ferrari ficou preso no carro, que pegou fogo. O austríaco ficou gravemente ferido, e teve o rosto desfigurado com por conta do fogo. O piloto, que um ano antes ganharia o primeiro título mundial, voltou às pistas ainda naquela temporada, perdendo o título para James Hunt.

Lauda venceu o Mundial de Fórmula 1 em outras duas oportunidades: em 1977, novamente pela Ferrari, e em 1984, defendendo a McLaren. O piloto é o único da história da principal categoria do automobilismo mundial a ganhar campeonatos pelos times de Maranello e de Woking.

*volte em instantes

Comentários