Card image
Formula 1
Lewis Hamilton garante a pole position do GP da Toscana de F1

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/09/2020
  • Atualizado: 12/09/2020 às 11:11
  • Por: Leonardo Marson

Lewis Hamilton conquistou a pole position para o Grande Prêmio da Toscana, nona etapa da temporada 2020 da Fórmula 1. O inglês da Mercedes foi o mais rápido da fase final da classificação realizada no circuito de Mugello, na Itália, ao marcar 1min15s144. O resultado representa a 95ª vez que o hexacampeão do mundo largará da posição de honra.

Lewis Hamilton
Hamilton conquistou a 95ª pole position da carreira na F1. (Foto: Mercedes)

A segunda posição ficou com Valtteri Bottas, que precisou abortar a última volta rápida da sessão ao ver Esteban Ocon rodar a sua frente, ficando 0s059 atrás de Hamilton. Max Verstappen ficou com a terceira colocação no grid, e dividirá a segunda fila com seu companheiro de Red Bull, Alexander Albon. Charles Leclerc colocou a Ferrari na quinta posição.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Lance Stroll colocou a Racing Point na sexta posição, sendo favorecido pela perda de uma posição de seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, que provocou uma rodada de Kimi Räikkönen nos treinos livres. O mexicano partirá em sétimo, dividindo a quarta fila com Daniel Ricciardo, da Renault. Carlos Sainz, da McLaren, e Esteban Ocon, da Renault, fecham o top-10.

LEIA MAIS:

Bottas mantém Mercedes na frente no terceiro treino da F1 em Mugello
SBT negocia compra de direitos de transmissão da F1
Bottas comanda 1-2 da Mercedes no TL2 em Mugello
Bottas bate Verstappen e lidera primeiro treino da F1 em Mugello

A decepção da classificação ficou por conta de Pierre Gasly. O vencedor do Grande Prêmio da Itália, no último final de semana, não conseguiu superar o Q1 com a AlphaTauri, e largará apenas da 16ª colocação, fechando a oitava fila do grid de largada.

O Grande Prêmio da Toscana de Fórmula 1 será disputado neste domingo (13), a partir das 10h10. A corrida contará com transmissão ao vivo da TV Globo, do GE.Globo e da rádio Band News FM.

Confira como foi a classificação

Q1
A classificação em Mugello começou com clima quente na região do autódromo. A temperatura estava em 29°C, enquanto o asfalto tinha 45°C. George Russell e Nicholas Latifi, ambos da Williams, foram os primeiros a visitar a pista, com o canadense batendo o inglês ao marcar 1min17s924, tempo obtido com pneus macios.

Lance Stroll tomou a liderança da sessão logo na sequência, mas acabou batido por Valtteri Bottas, que fez 1min15s749 com a Mercedes. Lewis Hamilton apareceu em segundo, apenas 0s029 atrás do companheiro de equipe. Max Verstappen, com a Red Bull, apareceu em terceiro, distante 0s586 do tempo do finlandês.

A sessão chegou aos cinco minutos finais com os pilotos nos boxes, e Pierre Gasly, Kimi Räikkönen, George Russell, Romain Grosjean e Kevin Magnussen entre os eliminados. Já Lando Norris aparecia “na bolha” com a McLaren. Sergio Pérez superou o companheiro de Racing Point, Lance Stroll, e avançou para a quarta colocação.

A primeira rodada da classificação terminou com Bottas na liderança, sendo seguido por Hamilton, Verstappen, Albon e Pérez. A zebra foi a eliminação de Pierre Gasly, vencedor do GP da Itália na última semana, por conta de um problema na recuperação de energia no carro. Além do piloto da AlphaTauri, não avançaram para o Q2 Giovinazzi, Russell, Latifi e Magnussen.

Q2
A segunda rodada da classificação começou com os pilotos deixando os boxes tão logo a pista foi liberada. Hamilton foi o primeiro a registrar tempo, com 1min15s309, marca obtida com os pneus macios. Verstappen pulou para segundo, mas foi superado por Bottas, que ficou 0s013 atrás do companheiro de equipe. Albon avançou para quarto, sendo seguido por Daniel Ricciardo.

Com nove minutos para o final, quem aparecia em risco eram os pilotos da McLaren. Lando Norris vinha em décimo, enquanto Carlos Sainz era somente o 12º. Outro que aparecia na zona de eliminação era Sebastian Vettel, com a Ferrari. Restando sete minutos para o final, os pilotos foram aos boxes para ajustes nos carros.

Restando cinco minutos para o final da sessão, os pilotos deixaram os boxes para a última tentativa de volta rápida. Sainz avançou para décimo quando restavam um minuto para o final da atividade. Assim, os eliminados foram Norris, Kvyat, Räikkönen, Vettel e Grosjean. Hamilton foi o mais rápido, seguido por Bottas e Verstappen.

Q3
A sessão decisiva começou com os oito dos dez classificados indo à pista imediatamente, exceção feita a Esteban Ocon e Sergio Pérez. Sainz foi o primeiro a marcar tempo, sendo superado na sequência por Stroll. Hamilton marcou 1min15s144 para tomar a liderança, sendo seguido por Bottas, apenas 0s059 mais lento, e Verstappen.

Restando cinco minutos para o final do treino, Pérez fez sua volta e ficou com a quinta colocação. Com dois minutos para o encerramento da classificação, os outros nove pilotos partiram para suas voltas rápidas, mas Hamilton não melhorou seu tempo. Verstappen seguiu em terceiro, enquanto Bottas abortou a volta ao ver Ocon rodado na pista. Assim, Hamilton garantiu a pole position em Mugello.