Card image
Formula 1
Hamilton vence de ponta a ponta o GP do Catar de F1

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/11/2021
  • Atualizado: 21/11/2021 às 13:28
  • Por: Leonardo Marson

Lewis Hamilton venceu neste domingo (21) o Grande Prêmio do Catar, 20ª etapa da temporada da Fórmula 1. O piloto da Mercedes e vice-líder do campeonato largou da pole position e manteve a liderança ao longo das 57 voltas disputadas no circuito de Losail, que recebeu a categoria pela primeira vez, alcançando a 102ª vitória da carreira, e a sétima no ano.

Lewis Hamilton
Hamilton se tornou o primeiro vencedor da história da F1 no Catar. (Foto: LAT)

A segunda posição ficou com Max Verstappen, piloto da Red Bull que largou em sétimo, após perder cinco posições por não respeitar uma bandeira amarela dupla na classificação. Fernando Alonso, que apostou em uma estratégia de apenas uma parada, foi o terceiro com a Alpine, sendo seguido por Sergio Pérez, quarto com a Red Bull. Esteban Ocon, com a outra Alpine, foi o quinto.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Lance Stroll levou a Aston Martin ao sexto lugar, sendo seguido por Carlos Sainz, sétimo com a Ferrari, enquanto Charles Leclerc, com o outro carro do time italiano, ficou com a oitava posição. Lando Norris, com a McLaren, completou a corrida com a nona colocação, enquanto Sebastian Vettel, com a outra Aston Martin, foi o décimo.

LEIA MAIS:

Hamilton acerta volta voadora e garante pole position no Catar
Bottas puxa 1-2 da Mercedes no TL3 para o GP do Catar
Bottas comanda segundo treino para o GP do Catar de F1
Verstappen lidera primeiro treino para o GP do Catar em Losail
Confira a programação e onde ver na TV ao GP do Catar de F1

A Fórmula 1 dá sequência à temporada 2021 no dia 5 de dezembro, com o Grande Prêmio da Arábia Saudita, no novo circuito de Jedá.

Confira como foi a corrida

A largada em Losail teve Lewis Hamilton mantendo a primeira posição, enquanto Fernando Alonso passou por Pierre Gasly para tomar a segunda posição. Max Verstappen fez ótima largada e pulou da sétima para a quarta posição, sendo seguido por Lando Norris. Valtteri Bottas despencou para a 11ª colocação nos metros iniciais.

No pelotão de trás, Sergio Pérez deixou Lance Stroll para trás para tomar a nona posição na segunda volta. No quarto giro, com o uso do DRS permitido, Verstappen passou por Gasly, que cometeu um pequeno erro, para tomar a terceira posição. Uma volta depois, o holandês passou por Alonso, tomando o segundo lugar, aparecendo 4s2 atrás de Hamilton.

Enquanto Charles Leclerc passou por Kimi Räikkönen para tomar a 12ª colocação, Pérez partiu para o ataque sobre Sainz, tomando o sétimo lugar na oitava volta. Um giro depois, o mexicano superou Ocon, avançando para o sexto posto. No mesmo momento, Toto Wolff entrou no rádio de Bottas e pediu para o finlandês, ainda em 11º, avançar.

Stroll e Bottas passaram por Tsunoda, que caiu para o 11º lugar. O japonês da AlphaTauri foi para os boxes na décima volta, enquanto o finlandês superou o canadense, tomando a nona posição. Mais na frente, Norris superou Gasly, avançando para o quarto lugar, no 12º giro. O francês perdeu mais um posto na volta seguinte, superado por Pérez, e foi aos boxes na volta 14.

Bottas seguiu avançando, pulando para o sétimo lugar ao passar por Sainz na 15ª volta, e para o sexto posto, superando Ocon dois giros depois. Verstappen foi aos boxes na volta 18, colocando pneus duros, o que foi repetido por Hamilton no giro seguinte. Pérez fez sua troca de pneus no 20º giro, e duas voltas depois, travou um bom duelo com Vettel, tomando o 11º lugar na 23ª passagem.

Seguindo em recuperação, Bottas tomou a quarta posição ao superar Norris no giro 23, enquanto Alonso foi aos boxes uma volta depois, colocando pneus duros. Duas voltas depois, Norris fez seu pit stop. Com 27 voltas, Alonso superou Leclerc, avançando para o quinto lugar. O monegasco também acabou ultrapassado por Pérez, enquanto Sainz, seu companheiro, foi aos boxes.

Pérez seguiu avançando e passou por Alonso na volta 29, ganhando o quarto lugar. Na frente, Hamilton seguia na liderança, mas viu Verstappen descontar a diferença para menos de sete segundos no 30º giro. Räikkönen abriu a segunda janela de paradas nos boxes no 31º giro, enquanto Bottas teve um pneu furado e danificou a asa dianteira duas voltas depois, e foi obrigado a parar nos boxes.

Hamilton voltou a abrir vantagem, e fez a melhor volta da corrida, alcançando os 8s7 de frente em relação a Verstappen na 40ª volta. Mais atrás, Gasly, que trocou os pneus duros pelos médios quatro voltas antes, atacava Vettel pela décima posição. Verstappen foi para os boxes pela segunda vez na volta 42, mantendo a segunda posição. Pérez fez sua troca de pneus no mesmo giro.

Lider da prova, Hamilton visitou os boxes na volta 43, colocando pneus médios. Pouco depois, Pérez anotou a melhor volta da prova, mas viu o inglês da Mercedes recuperar o melhor giro uma passagem depois. Enquanto Pérez passou por Stroll para tomar a sexta posição, Verstappen fez a volta mais rápida no giro 46.

Pérez superou Ocon e avançou para a quinta posição. Russell, por sua vez, teve um pneu furado e visitou os boxes, enquanto Bottas abandonou a disputa com problemas no assoalho de sua Mercedes. No giro seguinte, foi a vez de Latifi ter um pneu furado, deixando a disputa. Na volta 55, Norris passou por Vettel, tomando a nona posição.

O Safety Car Virtual foi acionado na 55ª volta, ainda por conta do carro de Latifi. Neste momento, Verstappen foi aos boxes para colocar pneus macios. A bandeira verde foi acionada novamente e Hamilton seguiu para a vitória. Verstappen foi o segundo, seguido por Alonso.

Comentários