Card image
Formula 1
Hamilton lidera último treino livre para o GP da Áustria de F1

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 04/07/2020
  • Atualizado: 04/07/2020 às 8:13
  • Por: Leonardo Marson

Lewis Hamilton foi o piloto mais rápido do terceiro treino livre para o Grande Prêmio da Áustria, etapa de abertura da temporada 2020 da Fórmula 1. O inglês da Mercedes, melhor das duas primeiras sessões do final de semana, dominou a atividade realizada na manhã deste sábado (4) no Red Bull Ring, cravando 1min04s130 usando pneus macios.

Lewis Hamilton
Hamilton liderou os três treinos livres do final de semana. (Foto: Mercedes)

A segunda posição ficou com Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton que acabou 0s147 atrás do melhor tempo. Max Verstappen colocou a Red Bull na terceira posição, sendo seguido por Sergio Pérez, que mostrou força mais uma vez com a Racing Point. A lista dos cinco melhores foi completada por Charles Leclerc, da Ferrari.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Alexander Albon, com a Red Bull, ficou com a sexta colocação, ficando à frente de Sebastian Vettel, sétimo com a Ferrari. Lance Stroll, companheiro de Pérez na Racing Point, foi o oitavo mais veloz, enquanto Pierre Gasly, da AlphaTauri, apareceu em nono. O grupo dos dez mais rápidos ainda contou com Lando Norris, da McLaren.

LEIA MAIS:

Hamilton comanda segundo treino da F1 na Áustria
Hamilton puxa 1-2 da Mercedes no TL1 para o GP da Áustria

A partir das 10h será realizada a classificação que definirá as posições de largada para a etapa de abertura da temporada 2020 da Fórmula 1. O Grande Prêmio da Áustria tem largada marcada para 10h10 de domingo (5), e contará com transmissão da TV Globo, do site GloboEsporte.com e da rádio Band News FM.

Confira como foi o treino

Hamilton comanda segundo treino da F1 na Áustria
A terceira sessão livre do final de semana na Áustria começou pontualmente às 7h, pelo horário de Brasília, com 21°C no Red Bull Ring e 43°C no asfalto. Alguns pilotos como Lando Norris, Daniil Kvyat, Romain Grosjean e Kevin Magnussen foram à pista para voltas de instalação, mas não registraram tempo.

O primeiro a marcar uma volta rápida foi Carlos Sainz, que anotou 1min06s307 com a McLaren equipada com pneus médios. O espanhol melhorou seu tempo nas voltas seguintes, sendo batido pouco depois por Daniel Ricciardo, que anotou 1min05s521 com a Renault.

A Mercedes mandou seus carros à pista e viu Valtteri Bottas tomar a primeira posição com 1min05s448. O finlandês, porém, acabou superado por Sebastian Vettel, da Ferrari, momentos depois, ao alemão marcar 1min05s159, sendo seguido por Ricciardo.

Lewis Hamilton tomou a liderança logo na sequência, ao anotar 1min05s140 com a Mercedes. Pouco depois, a bandeira vermelha foi acionada pela primeira vez na sessão, depois de Nicholas Latifi acertar de frente a barreira de proteção da curva 1 do Red Bull Ring.

A sessão foi reiniciada quando restavam 26 minutos para o final, com diversos pilotos indo à pista, casos de Hamilton, Lance Stroll e Max Verstappen. Mas foi Vettel quem marcou o melhor tempo, com 1min04s851, usando pneus macios. Na sequência, foi a vez de Charles Leclerc tomar a ponta com 1min04s703.

A Mercedes foi à pista na sequência com os pneus macios, e viu seus pilotos tomarem a liderança da sessão. Primeiro, Bottas tomou a primeira colocação, sendo superado por Hamilton logo depois. O inglês marcou 1min04s130 para tomar a ponta da folha de tempos.

Ricciardo, em sua volta rápida, avançou para a sexta posição com a Renault. Na sequência, Verstappen colocou a Red Bull na terceira colocação, três décimos atrás das Mercedes. Alexander Albon foi outro que foi para a pista, e se colocou em quinto.

Ratificando o bom desempenho da sexta-feira, Sergio Pérez colocou a Racing Point na quarta colocação na parte final da sessão. Os principais pilotos foram para a pista, e Bottas escapou da pista, retornando aos boxes. Ninguém melhorou tempo e Hamilton acabou como o mais rápido.