Card image
Formula 1
Hamilton conquista o hexa da F1; Bottas vence em Austin

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/11/2019
  • Atualizado: 03/11/2019 às 19:52
  • Por: Leonardo Marson

Lewis Hamilton conquistou neste domingo o hexacampeonato mundial de Fórmula 1, ao terminar em segundo o Grande Prêmio dos Estados Unidos, antepenúltima etapa da temporada 2019, na segunda posição. O piloto da Mercedes precisava apenas de um oitavo lugar para garantir a conquista, mas avançou da quinta para a terceira posição logo na largada no Circuito das Américas, neste domingo (3), e chegou a assumir a liderança, mas acabou superado por Valtteri Bottas nas voltas finais.

Lewis Hamilton
Hamilton superou Juan Manuel Fangio e tem seis títulos mundiais. (Foto: Mercedes)

Bottas apostou em uma estratégia de duas paradas, contra uma de Hamilton, e precisou descontar a diferença para o inglês para garantir a vitória em Austin, deixando o inglês na segunda colocação. O pódio foi completado por Max Verstappen, piloto da Red Bull que também apostou em duas paradas.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Charles Leclerc levou a Ferrari ao quarto lugar ao final das 56 voltas, sendo seguido por Alexander Albon, que teve um toque com Carlos Sainz na largada, precisou parar nos boxes, e avançou para a quinta posição após parar duas vezes nos boxes. Daniel Ricciardo, da Renault, foi o sexto, seguido por Sainz, da McLaren, Pierre Gasly, da Toro Rosso, Sergio Pérez, da Racing Point, e Lando Norris, da McLaren.

A temporada 2019 da Fórmula 1 terá sequência no dia 17 de novembro, quando acontece o Grande Prêmio do Brasil, que acontece no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

Confira como foi o Grande Prêmio dos Estados Unidos

A antepenúltima etapa da temporada 2019 começou com Valtteri Bottas mantendo a primeira colocação, sendo seguido por Max Verstappen, que superou Sebastian Vettel nos metros iniciais. Lewis Hamilton deixou Charles Leclerc para trás para tomar a quarta colocação, enquanto Alexander Albon se tocou com Carlos Sainz, da McLaren, perdendo posições.

Hamilton e Leclerc superaram Vettel ainda na primeira volta, avançando para terceiro e quarto, respectivamente. Outro que passou pelo alemão foi Daniel Ricciardo, que avançou para a sexta posição. Pouco depois, o piloto da Ferrari reclamou de alguma avaria no carro. Albon, por sua vez, foi para os boxes. A direção de prova passou a investigar o lance envolvendo o tailandês e Sainz, na largada.

Com pneus novos e pista livre, Albon fez a volta mais rápida na quarta passagem, enquanto Bottas começou a abrir vantagem para Verstappen. Um pouco mais atrás, Ricciardo passou a atacar Lando Norris pela quinta posição. No pelotão de trás, quem começou a aparecer foi Kimi Räikkönen, que começou a pressionar Kevin Magnussen pela décima colocação.

Na oitava volta, Vettel viu a suspensão de sua Ferrari se quebrar após passar pela zebra da curva oito, abandonando a disputa. Ricciardo, por sua vez, superou Norris para ganhar a quinta posição. Hamilton passou a se aproximar de Verstappen para brigar pela segunda colocação. Räikkönen, por sua vez, deixou Nico Hülkenberg para trás, assumindo a nona posição.

Bottas seguiu abrindo vantagem sobre Verstappen, alcançando três segundos de frente. O holandês, porém, passou a ser pressionado por Hamilton. O piloto da Red Bull foi aos boxes na volta 14, colocando pneus duros. Na volta seguinte, Bottas foi para a troca de pneus, recebendo da Mercedes pneus de faixa branca. Na volta 16, o finlandês passou por Leclerc, tomando a segunda posição.

O monegasco também foi superado por Verstappen, caindo para a quarta colocação. Na 18ª vota, Antonio Giovinazzi foi aos boxes, em atitude seguida por Sainz na volta 19. Norris, então quinto colocado, parou na volta 20. Leclerc foi chamado aos boxes pela Ferrari na volta 22, ganhando pneus duros, mas teve uma parada ruim, de 7s7. Sergio Pérez, depois de largar dos boxes, assumiu a sétima posição ao superar Daniil Kvyat.

Bottas passou a se aproximar de Hamilton, cortando a diferença para menos de um segundo na volta 23, mas o inglês seguiu na pista. Na volta seguinte, o finlandês deixou o companheiro de equipe para trás, tomando a liderança. O dono do Mercedes numeral 44 foi aos boxes na abertura da volta 25, recebendo também pneus duros da equipe da estrela de três pontas. Ricciardo, por sua vez, assumiu a quinta posição ao superar Hülkenberg.

Hamilton começou a descontar a diferença para Verstappen na 28ª volta, cortando a vantagem do holandês para 12 segundos. Mais atrás, Lance Stroll foi para a parada nos boxes na volta 31, e recebeu da Racing Point pneus macios. Verstappen, por sua vez, passou a reclamar do desgaste dos pneus duros da Red Bull, abrindo uma possibilidade de duas paradas nos boxes.

Albon, após fazer a segunda parada, deixou Sainz para trás para assumir a segunda colocação. Robert Kubica abandonou a corrida na 34ª volta, após sofrer um problema no carro da Williams. Na passagem seguinte, Verstappen foi aos boxes para uma segunda parada nos boxes, recebendo um jogo de pneus médios. Assim, Hamilton avançou para a segunda posição.

Bottas foi mais um a trocar os pneus, ganhando um novo jogo de compostos de banda amarela, cedendo a ponta da corrida para Hamilton. O finlandês retornou dos boxes na segunda colocação, mas logo começou a diminuir a diferença para o inglês, o que foi seguido também por Max Verstappen. Albon parou nos boxes na volta 41, ganhando pneus macios.

Leclerc foi para os boxes na volta 43, ganhando pneus macios da Ferrari. Norris fez a mesma coisa, mas viu a McLaren errar na parada de box, demorando para trocar a roda dianteira direita. Bottas seguiu descontando a vantagem para Hamilton, trazendo a diferença para 3s1 quando restavam 12 voltas para o final da corrida. Albon avançou ara a sexta posição mais uma vez.

Albon superou Ricciardo na 49ª volta para assumir a quinta posição, enquanto Bottas seguiu se aproximando de Hamilton. O finlandês tentou um ataque na volta 51, mas viu o companheiro de equipe espalhar a trajetória, mantendo a liderança. Na volta seguinte, Bottas conseguiu a ultrapassagem, retomando a primeira posição. Verstappen também se aproximou de Hamilton.