Card image
Competições
Hamilton comanda segundo treino da F1 na Áustria

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/07/2020
  • Atualizado: 03/07/2020 às 11:33
  • Por: Leonardo Marson

Lewis Hamilton foi o piloto mais rápido do segundo treino para o Grande Prêmio da Áustria, prova que abre a temporada 2020 da Fórmula 1. O piloto da Mercedes, melhor do primeiro ensaio do dia, marcou a melhor volta da sessão realizada no final da manhã desta sexta-feira (3) ao marcar 1min04s304, garantindo a melhor volta do dia.

Lewis Hamilton
Hamilton foi o piloto mais rápido do dia na Áustria. (Foto: Mercedes)

A segunda posição ficou com Valtteri Bottas, que acabou a sessão 0s197 atrás do tempo obtido por Hamilton, seu companheiro de equipe. Sergio Pérez, com a Racing Point, apareceu na terceira colocação, sendo seguido Sebastian Vettel, da Ferrari, e Daniel Ricciardo, da Renault.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Lando Norris, da McLaren, ficou com a sexta posição, sendo seguido por Lance Stroll, companheiro de Pérez na Racing Point. Max Verstappen, da Red Bull, apareceu somente na oitava posição, após rodar com a Red Bull. Charles Leclerc, da Ferrari, foi o nono, enquanto Carlos Sainz, da McLaren, fechou o top-10.

LEIA MAIS:

Hamilton puxa 1-2 da Mercedes no TL1 para o GP da Áustria

As atividades da Fórmula 1 no Red Bull Ring terão sequência neste sábado (3), quando os pilotos irão à pista em dois momentos. Às 7h haverá a terceira sessão livre do final de semana, enquanto às 10h será decidido o grid de largada. O Grande Prêmio da Áustria tem início marcado para 10h10 de domingo (4).

Confira como foi o treino

A segunda sessão de treinos livres na Áustria começou com a temperatura do ar em 20°C no Red Bull Ring, e asfalto em 27°C. O primeiro a sair para a pista foi Romain Grosjean, que não conseguiu marcar tempo na primeira atividade por conta de problemas com os freios.

O francês da Haas marcou 1min09s788 na primeira volta rápida da sessão. Grosjean ainda melhorou sua marca na sequência, mas acabou batido por Carlos Sainz, da McLaren, e por Lance Stroll, que ainda nos primeiros momentos da atividade cravou 1min05s469 com a Racing Point.

Kimi Räikkönen colocou a Alfa Romeo na segunda posição, mas logo foi superado pelas duas McLarens, com Lando Norris em segundo, e Sainz em quarto. Entre os dois pilotos do time inglês apareceu Sergio Pérez, da Racing Point.

A Mercedes mandou Valtteri Bottas para a pista após dez minutos de sessão, mesma atitude tomada pela Red Bull com Alexander Albon. Pouco depois, Daniil Kvyat rodou com a AlphaTauri, mas voltou à pista por conta própria, fazendo a atividade seguir. Outro que rodou foi Nicholas Latifi, da Williams.

Vettel foi para a pista e marcou sua primeira volta rápida do treinamento, marcando o 12º tempo. No mesmo momento, Latifi rodou pela segunda vez na sessão. Bottas, por sua vez, colocou a Mercedes na terceira posição, atrás dos dois pilotos da Racing Point, que tinha Stroll na frente de Pérez.

Bottas pulou para a segunda posição, mas caiu um posto após Max Verstappen tomar a ponta da classificação com a Red Bull, marcando 1min05s379. Pouco depois, foi a vez de Lewis Hamilton iniciar seu treino, cravando o 11º tempo em seu primeiro giro.

No fechamento do primeiro terço do treinamento, Hamilton colocou a Mercedes na ponta ao marcar 1min05s095. Pouco depois, Pérez colocou a Racing Point na frente, quebrando a barreira de 1min05s, mas logo viu Bottas tomar a primeira posição.

Räikkönen escapou da pista com a Alfa Romeo, enquanto Sebastian Vettel subiu para o terceiro lugar com a Ferrari. Na sequência. Hamilton avançou para a primeira colocação com 1min04s304.

A partir de 50 minutos, os pilotos e equipes passaram a trabalhar nas simulações de corrida, e os tempos pararam de baixar. Na abertura da meia hora final, Verstappen rodou com a Red Bull, o que acabou repetido pelo companheiro de equipe do holandês, Alexander Albon.

Lance Stroll, sétimo colocado, teve uma de suas voltas cancelada pelos comissários após não respeitar os limites de pista. Grosjean rodou com a Haas, enquanto Bottas foi aos boxes reclamando de problemas no câmbio da Mercedes.

A sessão chegou ao final com Hamilton na liderança, seguido por Bottas e Pérez.