Card image
Competições
Hamilton aparece no fim e lidera segunda sessão no Bahrein

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/11/2020
  • Atualizado: 27/11/2020 às 17:02
  • Por: Leonardo Marson

Lewis Hamilton foi o piloto mais rápido do segundo treino livre para o Grande Prêmio do Bahrein, 15ª etapa da temporada 2020 da Fórmula 1. O campeão de 2020 e piloto da Mercedes, mais veloz na primeira atividade no circuito de Sakhir, dominou também a atividade, cravando já na parte final da sessão 1min28s971 em seu melhor giro.

Lewis Hamilton
Hamilton dominou a sexta-feira em Sakhir. (Foto: Mercedes)

A segunda posição ficou com Max Verstappen, piloto da Red Bull que liderou a maior parte da sessão, mas que acabou superado em 0s347 por Hamilton. Valtteri Bottas, com a outra Mercedes, ficou com a terceira marca, sendo seguido por Sergio Pérez, quarto com a Racing Point. O grupo dos cinco primeiros foi completado por Daniel Ricciardo, da Renault.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Pierre Gasly colocou a AlphaTauri na sexta colocação ao final dos 90 minutos do exercício. Lando Norris, com a McLaren, foi o sétimo, enquanto Lance Stroll, com a Racing Point, acabou em oitavo. A lista dos dez melhores ainda contou Daniil Kvyat, da AlphaTauri, e Alexander Albon, da Red Bull.

LEIA MAIS:

Veja a programação para o GP do Bahrein de F1 e onde ver na TV

A sessão ainda contou com duas bandeiras vermelhas. A primeira foi provocada por Alexander Albon, que perdeu o controle da Red Bull e acertou com força a barreira de proteção. A atividade foi retomada após 15 minutos, mas parou novamente instantes depois, por conta de um cachorro que invadiu o circuito logo que a bandeira verde foi acionada.

As atividades da Fórmula 1 em Sakhir terão sequência neste sábado (28), com a realização de mais um treino livre e a classificação que definirá as posições de largada. O Grande Prêmio do Bahrein será disputado no domingo, a partir das 11h10, e contará com transmissão da TV Globo, do portal GE.Globo e da rádio Band News FM.

Confira como foi o treino

A segunda sessão de treinos livres no circuito de Sakhir começou com clima semelhante ao da primeira sessão, com 26°C de temperatura ambiente e no asfalto, já com a noite no Bahrein. Kimi Räikkönen, que não andou na primeira sessão, foi o primeiro a sair para a pista, e marcou um alto 1min33s213 para abrir a atividade.

Pouco depois, houve a habitual alternância na liderança na tabela de tempos no início da sessão. Antonio Giovinazzi, Sergio Pérez, Alexander Albon e Carlos Sainz se colocaram na frente, com o espanhol da McLaren cravando em seu giro 1min30s989 com pneus para 2021. Pouco depois, Sebastian Vettel teve sua volta excluída por não respeitar os limites de pista.

Com 21 minutos de sessão, Räikkönen, agora com pneus médios, avançou para a liderança, marcando 1min30s928. Na sequência, Max Verstappen detonou o tempo do finlandês ao marcar 1min29s318. Pierre Gasly avançou para o segundo lugar, mas acabou superado por Sergio Pérez instantes depois. Quem apareceu bem foi Daniel Ricciardo, que subiu para terceiro com a Renault.

No fechamento da primeira metade da sessão, Valtteri Bottas se colocou na segunda posição, 0s018 atrás de Verstappen. Pouco depois, a primeira bandeira vermelha do final de semana foi acionada após Alexander Albon destruir a Red Bull ao perder o controle do carro e bater contra o muro de proteção.

Após 15 minutos, a sessão foi retomada, mas foi paralisada segundos depois. Um cachorro invadiu o circuito de Sakhir, causando a nova bandeira vermelha na atividade. Após mais alguns minutos sem ação na pista e com Sebastian Vettel cantando “Who let’s the dogs out” no rádio para a Ferrari, o treinamento foi retomado.

Os pilotos passaram a trabalhar nas simulações de corrida, e os tempos deixaram de cair. Então, restando 13 minutos para o final da atividade, Lewis Hamilton tomou a ponta da sessão ao cravar 1min28s971, depois de passar a maior parte da sessão longe dos melhores tempos.

A sessão chegou ao final com Hamilton na liderança, seguido por Verstappen e Bottas.