Card image
Formula 1
Haas renova com Grosjean e mantém dupla para 2020

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/09/2019
  • Atualizado: 19/09/2019 às 10:51
  • Por: Leonardo Marson

A Haas manterá a sua atual dupla na próxima temporada da Fórmula 1. O time americano anunciou na manhã desta quinta-feira (19) a permanência de Romain Grosjean como titular do time em 2020, tendo mais uma vez como companheiro o dinamarquês Kevin Magnussen. Será a quarta temporada seguida que os dois pilotos formarão parceria na equipe.

Romain Grosjean
Grosjean está na Haas desde o início da trajetória da equipe na F1, em 2016. (Foto: Haas)

Grosjean teve a vaga muito ameaçada ao longo da temporada. Primeiro, Pietro Fittipaldi surgiu como candidato para o ano que vem, mesmo sem ter a pontuação mínima para garantir a superlicença obrigatória para se correr na Fórmula 1. Há algumas semanas, porém, os rumores apontavam para Nico Hülkenberg, que não ficará na Renault para o ano que vem, na vaga do francês, o que não se confirmou.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Considerado um dos veteranos do grid da Fórmula 1, Grosjean chegou à Haas quando o time foi fundado, em 2016, e disputou todas as provas em que a equipe baseada na cidade americana de Kannapolis disputou na principal categoria do automobilismo mundial. Seu melhor resultado com o time foi o quarto lugar no GP da Áustria de 2018. Neste ano, o sétimo lugar no GP da Alemanha foi o resultado mais expressivo do piloto.

LEIA MAIS:
Berger vê Verstappen em vantagem sobre Leclerc
Confira a programação do GP de Singapura de F1
Ferrari e Red Bull optam por pneus iguais na Rússia
Rosberg vê Leclerc e Vettel em condições iguais na Ferrari

“Sempre afirmei que era meu desejo permanecer na Haas e continuar desenvolvendo as realizações da equipe. Estou aqui desde o início e vi o trabalho que Gene Haas e Gunther Steiner colocaram na equipe para torná-la competitiva”, disse Grosjean, que se mostra feliz com a permanência na equipe americana, a qual exaltou o desempenho obtido em 2018.

“Naturalmente, estou muito feliz por continuar fazendo parte disso. Terminar em quinto no campeonato de construtores a última temporada, apenas no terceiro ano de competição, foi algo muito especial”, seguiu. “Tivemos nossos desafios nesta temporada, mas usaremos a experiência do ano passado e deste ano para avançar para 2020”, encerrou Grosjean.

Günther Steiner, chefe da Haas na Fórmula 1, disse que o time americano precisa de pilotos experientes, o que pode ser visto na atual dupla. “A experiência e a necessidade disso têm sido uma das pedras angulares da Haas F1 Team. Com Romain Grosjean e Kevin Magnussen competindo pela equipe em 2020, continuamos a ter uma formação de pilotos que nos oferece uma plataforma sólida para continuar nossa carreira”, disse.

“A experiência e a necessidade disso têm sido uma das pedras angulares da Haas F1 Team. Com Romain Grosjean e Kevin Magnussen competindo pela equipe em 2020, continuamos a ter uma formação de pilotos que nos oferece uma plataforma sólida para continuar nossa carreira”, completou o dirigente da Haas, que fez referência ao mau ano que o time enfrenta, aparecendo apenas na nona posição entre os construtores.