Card image
Formula 1
Globo não renova acordo e deixa de transmitir F1 em 2021

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 28/08/2020
  • Atualizado: 28/08/2020 às 16:49
  • Por: Leonardo Marson

A TV Globo anunciou nesta sexta-feira (28) que não seguirá exibindo a Fórmula 1 na próxima temporada. Os rumores surgiram nas últimas semanas, e ganharam força na última quinta-feira, quando o site “Meio e Mensagem” revelou que a direção da emissora avisou os patrocinadores das transmissões da categoria de que não renovaria os direitos de transmissão para exibir as corridas.

Globo
Globo transmite a F1 desde 1981. (Foto: LAT)

“Como parte da revisão de seu portfólio de direitos, um dos maiores entre emissoras de TV do mundo, a Globo optou por não renovar os direitos de transmissão da Fórmula 1 a partir de 2021. Mesmo sem a transmissão das corridas, a Globo continuará a fazer a cobertura da categoria em suas diversas plataformas”, declarou a Globo, em nota emitida a imprensa.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A emissora negociou os direitos de transmissão com o Liberty Media, proprietário da categoria, durante o ano, mas não conseguiu chegar a um acordo para renovação de contrato. Desta forma, o principal grupo de comunicação do País deixará de transmitir as corridas da mais importante categoria do automobilismo mundial pela primeira vez desde 1980, quando a Bandeirantes mostrou os GPs.

LEIA MAIS:

Verstappen lidera segundo treino livre agitado na Bélgica
Fórmula 1 anuncia corrida no anel externo do circuito de Sakhir
Bottas lidera primeiro treino para o GP da Bélgica de Fórmula 1
Globo não renovará acordo de transmissão da F1, diz site

Informações dão conta de que o valor pedido pelo Liberty Media gire em torno de US$ 80 milhões. A alta do dólar fez com que o valor ficasse impeditivo para a emissora da família Marinho, que na atual temporada vendeu cinco cotas de patrocínio na casa de R$ 100 milhões cada. Um valor mais baixo teria sido oferecido pela proprietária da F1 à Globo, mas não houve acordo.

O Liberty Media procurou executivos da RecordTV e da Band para negociar os direitos. As duas emissoras, porém, consideraram os valores altos demais para mostrar o campeonato, em que pese concordarem de que as corridas seriam um bom investimento.

Segundo a versão brasileira do site americano Motorsport.com, a Rio Motorsport, empresa que promete construir um novo autódromo no Rio de Janeiro, pretende adquirir os direitos de transmissão da Fórmula 1 em todas as plataformas: TV aberta, TV fechada e Internet.

A empresa já fez este movimento com a MotoGP, que deixou de ser exibida pelo Sportv, canal esportivo do Grupo Globo, e passou para o Fox Sports. Porém, a intenção do grupo era comprar o canal, que acabou incorporado ao Grupo Disney, que também é proprietário no Brasil dos canais ESPN.