Card image
Formula 1
Fórmula 1 nega conversas sobre nova equipe para 2021

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/10/2019
  • Atualizado: 03/10/2019 às 17:41
  • Por: Leonardo Marson

A Fórmula 1 negou na tarde desta quinta-feira (3) que uma nova equipe negocia para entrar no grid da categoria a partir de 2021. Mais cedo, Adrian Campos, proprietário da Campos Racing, equipe que atua em campeonatos de base, como a Fórmula 2 e a Fórmula 3, anunciou por nota que, junto a um sócio, busca a inclusão na mais importante categoria do automobilismo mundial.

Fórmula 1
Fórmula 1 diz não conversar seriamente com nenhuma empresa sobre novas equipes. (Foto: Mercedes)

De acordo com nota emitida pela categoria, “não há nenhuma discussão séria com nenhuma pessoa ou empresa sobre a admissão de uma nova equipe”. Assim, o time que seria comandado por Campos e por Salvatore Gandolfo, não deverá entrar no grid do mais importante campeonato do esporte a motor mundial na temporada de 2021, quando o regulamento sofrerá grandes mudanças.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A nota da Fórmula 1 corrobora com a afirmação dada por Ross Brawn, diretor esportivo do campeonato, durante o Grande Prêmio da Bélgica à emissora de TV britânica “Sky Sports F1”. À época, o dirigente alegou que muitas equipes têm pretensão de chegar à Fórmula 1, mas que só procurarão novos times quando o regulamento permitir uma entrada segura de um novo time.

LEIA MAIS:
Campos revela plano para ter equipe na F1 em 2021
Ferrari e Red Bull optam por pneus iguais para o GP do Japão
Leclerc tem números melhores que Hamilton após férias da F1
Médico nega uso de células-tronco em tratamento de Schumacher

“Temos um número surpreendente de equipes que demonstraram interesse. Mas o que dissemos a essas equipes é que vamos introduzir essas regras e estabilizar a situação. Vamos fazer tudo funcionar corretamente antes de procurarmos mais equipes”, disse Brawn, ressaltando ainda que uma eventual nova equipe deverá melhorar o espetáculo da categoria para os fãs.

“Acho que com as 10 equipes que temos são suficientes. E se tivermos times extras, elas terão que realmente aumentar o show. Precisamos aprender com a história, tantas equipes pequenas vieram e se foram, e realmente não engrandeceram a F1. Então, acho que precisamos estabilizar o que apresentaremos em 2021 e verificar se há uma oportunidade para novas equipes”, completou Brawn.