Card image
Formula 1
Fittipaldi escolhe número para estreia na F1 em homenagem ao Palmeiras

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 02/12/2020
  • Atualizado: 02/12/2020 às 19:20
  • Por: Leonardo Marson

Pietro Fittipaldi utilizará o número 51 em sua estreia na Fórmula 1, marcada para este final de semana, no Grande Prêmio de Sakhir, no Bahrein. O piloto, neto de Emerson Fittipaldi, manterá assim a mesma dezena usada em seus testes com a Haas na categoria, mas admite que a manutenção do numeral também tem outra motivação: o Palmeiras, time pelo qual torce.

Palmeiras
Pietro Fittipaldi é torcedor fanático do Palmeiras. (Foto: Haas)

A escolha é definitiva. Ou seja, sempre que Fittipaldi alinhar para uma corrida de Fórmula 1, o número que será usado será o 51. Em entrevista para o UOL Esporte, Pietro lembra que sua opção era o número 21, que na época era usado por Esteban Gutierrez. Por isso, optou pelo 51 nos testes e, agora, para a estreia na F1.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

“Esse era o número de teste da Haas desde que eu comecei a testar com eles. Quando a equipe me perguntou qual o número que eu queria usar neste fim de semana, decidi ficar com ele porque era o número que estava comigo desde o começo com eles. E, também, sou palmeirense roxo e todo mundo sabe que, em 51, o Palmeiras ganhou o Campeonato Mundial”, disse Pietro a jornalista Julianne Cerasoli.

LEIA MAIS:

Russell substitui Hamilton em Sakhir; Aitken estreia na Williams
Mick Schumacher é anunciado como piloto da Haas para 2021
Estreia de Pietro Fittipaldi na F1 terá transmissão do Sportv
Confira a programação para o GP de Sakhir de F1 e onde ver na TV

Na entrevista, Fittipaldi admite que se tornou palmeirense graças ao pai, Gugu da Cruz. Pietro diz que, enquanto morou nos Estados Unidos, conseguia assistir aos jogos do Palmeiras pela TV ou pela internet, o que ficou mais difícil na Europa. Questionado sobre se o clube paulista de fato tem um Mundial, o piloto exclama: “Tem! Claro que tem!”.

Em 1951, o Palmeiras venceu a Copa Rio, campeonato que reuniu alguns dos mais importantes clubes do planeta. O time paulista venceu a competição, que teve uma segunda edição no ano seguinte, vencida pelo Fluminense. Apesar de, na época, ser tratado como um Mundial, a FIFA jamais reconheceu a conquista, o que gera piadas de torcedores rivais dos dois times.

Alheio a isso, mesmo com a homenagem no número do carro, Pietro Fittipaldi estreia na Fórmula 1 neste domingo.

Pietro Fittipaldi fala sobre estreia na Fórmula 1: