Card image
Formula 1
FIA desclassifica Renault do GP do Japão de F1

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 23/10/2019
  • Atualizado: 23/10/2019 às 19:20
  • Por: Leonardo Marson

A Renault foi desclassificada do Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1, realizado há duas semanas em Suzuka. Nesta quarta-feira (23), a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) aceitou o protesto da Racing Point, que acusou uma irregularidade no sistema de freios dos carros do time francês, e desclassificou Daniel Ricciardo e Nico Hülkenberg da corrida.

Renault
Renault havia tido os dois pilotos na zona de pontos no Japão. (Foto: Renault Sports)

A Racing Point alegou que a Renault utilizada no carro uma espécia de sistema de freios com ajuste eletrônico, o que é proibido por regulamento. O protesto foi feito tão logo a etapa japonesa da Fórmula 1, vencida por Valtteri Bottas, foi encerrada, mas só nesta tarde é que houve o julgamento, que acabou com resultado favorável ao time baseado em Silverstone.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Em Suzuka, Ricciardo terminou a corrida na sexta posição, enquanto Hülkenberg completou a prova na décima posição, fechando a zona de pontos. Ambos perdem os pontos, enquanto Lance Stroll, da Racing Point, avança para a nona posição, sendo seguido por Daniil Kvyat, piloto que defende a Toro Rosso, passa a fechar o grupo dos dez primeiros.

LEIA MAIS:
Confira a programação do GP do México de F1
GP do México terá transmissão ao vivo do Sportv. Globo exibe VT
Pirelli espera GP do México difícil e justifica escolha de pneus
Saiba o que Hamilton precisa fazer para ser campeão no México

No Mundial de Construtores, a Renault também teve um recuo significativo. O time, que segue na luta pela quarta posição entre as equipes, perdeu nove pontos na classificação, e viu a diferença para a McLaren, atual quarta colocada, aumentar de 34 para 43 pontos restando quatro corridas para o encerramento da temporada. Já a vantagem para a Toro Rosso, sexta colocada, despencou para oito pontos.

Neste domingo (27), acontece a disputa do Grande Prêmio do México, 18ª etapa do Mundial de Fórmula 1, que será disputado no Autódromo Hermanos Rodríguez, na Cidade do México. Lewis Hamilton poderá decidir o título da temporada neste final de semana, caso abra mais 14 pontos de vantagem em relação ao companheiro de equipe Mercedes e vice-líder Valtteri Bottas.