Card image
Formula 1
F1 renova acordo, e GP da Itália está garantido até 2024

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 05/09/2019
  • Atualizado: 05/09/2019 às 12:57
  • Por: Leonardo Marson

Única corrida que estava em xeque para a temporada de 2020 da Fórmula 1, o Grande Prêmio da Itália garantiu sua permanência no calendário da categoria por mais cinco anos. Nessa quarta-feira (4), a categoria anunciou um novo acordo com os administradores do Autódromo Nacional de Monza para que a corrida seja disputada até 2024.

GP da Itália
GP da Itália segue em Monza até 2024. (Foto: DTM)

Os termos do contrato foram acertados ainda em abril, mas só agora, aproveitando as celebrações da 90a edição do GP da Itália e do aniversário de 90 anos da Ferrari, que o acordo foi anunciado. Chase Carey, diretor-geral do Liberty Media, empresa proprietária da Fórmula 1, comemorou a manutenção da prova no calendário, lembrando que a etapa italiana é uma das quatro que estão no calendário desde a primeira temporada da F1.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!

“Estamos realmente satisfeitos por termos alcançado um acordo com o Automobile Club d’Italia (ACI) que garante que o GP da Itália permaneça no calendário do Mundial de Fórmula 1 até pelo menos 2024”, disse Carey, destacando ainda o carinho que os fãs italianos da mais importante categoria do esporte a motor do planeta possuem. O dirigente ainda agradeceu o presidente do Automóvel Clube da Itália, Angelo Damiani.

LEIA MAIS:
Confira a programação para o GP da Itália de F1
Rosberg compara Vettel a Barrichello após ordem de equipe
Leclerc fala em sonho realizado, e lamenta morte de Hubert
Hamilton parabeniza Leclerc após vitória na Bélgica

“Este é um dos quatro GPs que fazem parte do campeonato desde 1950. História, velocidade e paixão são palavras que fãs de automobilismo associam a Monza. O sentimento que se tem neste GP é verdadeiramente único, assim como o pódio do circuito. Gostaria de agradecer ao ACI, em especial ao seu Presidente Angelo Sticchi Damiani”, completou Carey.

“É como ganhar uma corrida, muito difícil e importante, disputado até a linha de chegada. É com grande satisfação que saúdo a conclusão do acordo entre o ACI e a Fórmula 1, o que garante a inclusão, pelos próximos cinco anos, do GP da Itália no calendário do Mundial de Fórmula 1 e garante que o evento ocorra neste templo da velocidade”, comentou Damiani.

Exceção feita a 1980, quando passou por reformas, o Autódromo Nacional de Monza está no calendário da Fórmula 1 desde a criação do campeonato, em 1950. A edição deste ano acontece neste domingo (8), enquanto a corrida do ano que vem está marcada para o dia 6 de setembro.